DOIS NAVIOS DESISTEM DE ENTREGAR PETRÓLEO DO IRÃ À VENEZUELA APÓS AMEAÇAS DE SANÇÕES DOS EUA

Petroleiros de bandeira liberiana Bella e Bering, com destino à Venezuela, desistiram após EUA ameaçarem com sanções empresas e governos caso ajudem navios com petróleo do Irã chegarem à Venezuela.

Ambos os navios são operados por empresas gregas e estavam carregados com combustível iraniano que devia ser transportado rumo ao país sul-americano.

A chegada das embarcações era esperada após outros três navios, iranianos, terem transportado combustível para a Venezuela. No momento, outros dois navios do Irã estão a caminho do país.

Após entrevista com funcionário da administração do presidente Donald Trump, o Wall Street Journal publicou que as empresas proprietárias gregas temeram não conseguir o seguro e financiamento necessários para a continuação da operação tendo como fundo as ameaças de sanções americanas.

“Estivemos em contato com os proprietários dos navios e eles correm um grande risco de ser sancionados”, afirmou o funcionário do governo americano à mídia.

Pressão americana

Também foi informado que a Libéria, país onde as embarcações estão registradas, cancelou seu credenciamento aos navios na semana passada após o Grupo de Ação contra o Irã (IAG, na sigla em inglês) do Departamento de Estado americano ter entrado em contato com o país africano.

Ainda na sexta-feira (29), o representante dos EUA para a Venezuela, Elliott Abrams, afirmou que seu país poderia sancionar portos, companhias de navegação, seguradoras e governos que apoiassem o transporte de petróleo iraniano para a Venezuela.

Ajuda iraniana

Enquanto a Venezuela vive uma crise de abastecimento de combustíveis, o Irã decidiu enviar ao país 1,5 milhão de barris de gasolina.

Em meio a tensões, a Marinha venezuelana iniciou uma operação de escolta dos navios persas na sua Zona Econômica Exclusiva.

Fonte: Sputnik News

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *