A REPÚBLICA TCHECA SE JUNTA À EQUIPE GLOBAL DO F-35 LIGHTNING II

O governo da República Tcheca assinou hoje uma Carta de Oferta e Aceitação (LOA) oficializando sua intenção de adquirir 24 aeronaves Lockheed Martin F-35 Lightning II de 5ª geração. Através da Venda Militar Estrangeira do governo dos EUA, a Força Aérea Checa receberá a sua primeira aeronave em 2031, que estará na mais recente configuração avançada do Bloco 4.

“Estamos satisfeitos que o governo da República Tcheca agora faça parte oficialmente do programa registrado do F-35 Lightning II”, disse o Tenente-General da Força Aérea dos EUA Mike Schmidt, oficial executivo do programa, Escritório do Programa Conjunto do F-35. “Esta parceria com o Ministério da Defesa Checo irá fornecer e sustentar as aeronaves F-35 durante décadas, ao mesmo tempo que proporcionará à Força Aérea Checa uma interoperabilidade incomparável e garantirá que esta tenha a capacidade de combater ameaças atuais e futuras.”

Além da aeronave, a aquisição também inclui treinamento de pessoal, serviços e apoio logístico, além do desenvolvimento de outros serviços de apoio, garantindo entregas bem-sucedidas de todos os 24 F-35.

“Com a assinatura da Carta de Oferta e Aceitação entre a República Checa e os governos dos EUA, a República Checa torna-se a 18ª nação a aderir ao programa global F-35. Estamos honrados com a parceria com a Força Aérea da República Checa, à medida que os seus F-35 se juntam a outras nações europeias no fortalecimento e aumento da interoperabilidade, aumentando significativamente a capacidade de dissuasão da OTAN.” disse Bridget Lauderdale, vice-presidente da Lockheed Martin e gerente geral do programa F-35. “O F-35 é a melhor solução para a futura frota de caças da República Tcheca, com capacidades de 5ª Geração, aumentando a eficácia do país no espaço de batalha de Segurança do Século XXI.”

O F-35 é a aeronave europeia preferida para substituir frotas de caças antigas, oferecendo interoperabilidade incomparável com a OTAN e outras nações para fornecer um discriminador chave para os EUA e seus aliados nas próximas décadas. Até a década de 2030, mais de 600 F-35 trabalharão juntos em mais de 10 países europeus, incluindo dois esquadrões completos de F-35 dos EUA estacionados na Royal Air Force Lakenheath. É também o único caça em produção atualmente que criará empregos nos próximos 40-50 anos e permitirá parcerias industriais estratégicas com a indústria checa.

Os F-35 operam agora em 32 bases em todo o mundo. Até o momento, a Lockheed Martin entregou mais de 990 F-35, treinou mais de 2.280 pilotos e 15.400 mantenedores, e a frota de F-35 ultrapassou 773.000 horas de voo acumuladas. A Lockheed Martin continua a trabalhar lado a lado com os operadores do F-35 para garantir que os aliados permaneçam à frente da ameaça em evolução.

Fonte: Lockheed Martin

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *