FRAGATA IRANIANA DEYLAMAN FOI COMISSIONADA COM GRANDES AVANÇOS, MAS AINDA SEM DEFESA ANTIAÉREA

Ontem, a Marinha do Irã estava em festa com o comissionamento de mais um navio de guerra a Fragata Deylaman, que eles classificam como um destroyer. De uma forma ou de outra, trata-se de mais uma avanço da indústria de defesa de um país que há poucos anos atrás vivia embargado pela ONU.

Os avanços começam pelo novo radar AESA integrado em um torre com alcance de 200 km. Mas o que mais se esperava era a integração de um sistema de lançamento vertical de mísseis antiaéreos, conhecido pela sigla em inglês VLS (Vertical Launch System).

Mas o interessante nessa novela foram os especialistas do Irã tentando apontar onde o lançador ficaria no navio. O ponto mais provável, segundo eles, seria perto das chaminés. Errado. Agora, com o comissionamento do navio, apareceram algumas fotos dos testes de mar e lá estavam o lançadores. Em primeiro lugar, apareceram lançadores Sayyad que foram integrados em outros navios da força, como na fragata Sahand 74, na área logo a frente do passadiço. Mas esse sistema não tem nada de VLS. Veja ele logo abaixo, na fragata Sahand.

Fragata Sahand 74 com Sistema de mísseis Sayyad
Aqui o navio Deylaman foi fotografado durante testes de mar com o sistema Sayad com 4 mísseis.

Durante a Cerimônia de Comissionamento surgiram muitas fotos, inclusive essa acima. O navio aparece em maquete e podemos ver os dois sistemas antiaéreos do navio. O sistema com VLS aparece logo atrás do canhão principal Fajr com oito células. É o sistema de mísseis Navab, versão do sistema terra-ar Zubin e que aliás, já foi integrado nas lanchas rápidas Zolfaghar da Marinha do Corpo da Guarda da Revolução Islâmica, que nesta versão parece levar apenas 4 mísseis. Veja a versão terrestre na foto abaixo e a naval do Zubin sendo lançado no Twitter logo em seguida.

Sistema terra-ar Zubin

Interessante, o modo de trabalho dos iranianos, de comissionar o navio sem todos os equipamentos instalados. Assim, futuramente o navio terá que voltar a docar para mais alguns acertos.

De qualquer forma, o navio é o mais moderno da força iraniana com as seguintes especificações:

Nome: Fragata Deylaman 78

Classe: Modge

Construtores / Estaleiro: Shahid Tamjidi Marine Industries Shipbuilding Enterprise (STMI) da Marine Industries Organization (MIO)

Operadores: Irã

Precedido por: Classe Alvand

Custo: 100 milhões de dólares

Lançada ao mar: ?

Comissionada: 04 de dezembro de 2023

Planejado:

Porto: Bandar Anzali

Características gerais

Deslocamento totalmente carregado: 1500 toneladas

Comprimento: 94 m

Boca: 11, 1 m

Calado: 3, 25 m

Propulsão:

2 motores de 10.000 HP (7.500 kW)

4 × geradores a diesel de 740 HP (550 kW)

Velocidade: 30 nós (56 km)

Sensores e sistemas de processamento:

Radar de busca de superfície: Radar Eagle Eye (Cheshme Oghab) phase arraycom alcance de 200 km

Guerra eletrônica:

Armamento:

1 Canhão Fajr de 76mm

4 Mísseis antiaéreos Sayyad

8 Mísseis antiaéreos Nawab

8 Mísseis antinavio Ghadir com alcance de 330 km

6 Torpedos Mark-46

CIWS Kamand 30 mm

Aeronave transportada: Pode transportar um helicóptero Sikorsky SH-3 Sea King

Por Graan Barros

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *