CAÇAS RUSSOS SU-27 INTERCEPTAM DRONE MQ-9 DOS EUA SEM ARMAS, ESTE COLIDIU COM O MAR NEGRO, DIZ MD

Os Estados Unidos acusaram a Rússia de ter derrubado um drone nas águas do mar Negro hoje (14), porém, em comunicado, a Defesa russa disse que a aeronave não tripulada estava com os transponders desligados e ultrapassou o limite de uso do espaço aéreo.

Hoje (14), o Comando Europeu dos EUA (EUCOM, na sigla em inglês) afirmou que um caça russo derrubou um drone da Força Aérea norte-americana sobre o mar Negro. De acordo com o EUCOM, a aeronave russa Su-27 atingiu a hélice do MQ-9 durante uma “interceptação insegura e não profissional”.

Em nota, o Ministério da Defesa da Rússia afirmou que o drone estadunidense voou com transponders desligados e violou limites de área de uso do espaço aéreo. Com esse contexto, caças das Forças Armadas russas entraram em ação. Contudo, a pasta destacou que os militares russos não usaram armas de transporte aéreo e não entraram em contato com o drone.

A nota do EUCOM disse que os danos a hélice fizeram com que a força norte-americana derrubasse o drone em águas internacionais.

“Duas aeronaves Su-27 russas realizaram uma interceptação insegura e não profissional com uma aeronave MQ-9 não tripulada de Inteligência, Vigilância e Reconhecimento da Força Aérea dos EUA que estava operando no espaço aéreo internacional sobre o mar Negro hoje [14]. Aproximadamente às 07h03 [03h03 do horário de Brasília] uma das aeronaves russas Su-27 atingiu a hélice do MQ-9”, disse o comunicado.

Mais tarde, o coordenador de Comunicações Estratégicas da Casa Branca, John Kirby, disse que o presidente, Joe Biden, foi avisado sobre o ocorrido e que Washington “vai continuar a voar e operar no espaço aéreo internacional e em águas internacionais” apesar do incidente.

Em seguida, o Departamento de Estado norte-americano convocou o embaixador russo em Washington, Anatoly Antonov, informou o porta-voz do órgão, Ned Price.

“Estamos convocando o embaixador russo para o departamento onde transmitiremos esta mensagem a Moscou”, disse Price durante coletiva de imprensa.

Price também informou que a embaixadora norte-americana em Moscou, Lynne Tracy, transmitiu uma forte mensagem ao Ministério das Relações Exteriores da Rússia.

Em sequência, durante uma coletiva de imprensa nesta tarde, o porta-voz do Pentágono, Patrick Ryder, recusou-se em revelar se o drone que caiu sobre o mar Negro estava armado.

Fonte: Sputnik Brasil

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *