FAB REALIZA PRIMEIRO EXERCÍCIO TÉCNICO DE REABASTECIMENTO EM VOO COM HELICÓPTEROS

Participaram do Exercício os Esquadrões Gordo, Falcão e Puma. Os voos aconteceram no litoral sul do Rio de Janeiro

A Força Aérea Brasileira (FAB) realizou, em junho, o Exercício Técnico REVO AR, primeiro Exercício de Reabastecimento em Voo (REVO) com helicópteros, sob a coordenação do Comando de Preparo (COMPREP). O Exercício tem por objetivo a formação de pilotos de Asas Rotativas na capacidade de REVO. A atividade foi realizada no Rio de Janeiro (RJ), com o emprego conjunto de aeronaves das Bases Aéreas de Natal, Santa Cruz e do Galeão.

Participam do Exercício o Primeiro Esquadrão do Primeiro Grupo de Transporte (1º/1º GT) – Esquadrão Gordo, com a aeronave de reabastecimento KC-130 Hércules, o Primeiro Esquadrão do Oitavo Grupo de Aviação (1º/8º GAV) – Esquadrão Falcão e o Terceiro Esquadrão do Oitavo Grupo de Aviação (3º/8º GAV) – Esquadrão Puma, que operam os helicópteros H-36 Caracal. Os voos foram realizados no litoral sul do Rio de Janeiro, sob controle militar.

Com este exercício a FAB otimizará sua capacidade de operação permitindo a atuação dos helicópteros de maneira mais rápida e eficiente em todo o território nacional, incluindo a área oceânica de sua responsabilidade. O que, além de possibilitar um resgate mais distante da costa brasileira, também permite o emprego em missão operacional de Resgate em Combate (CSAR).Clique aqui para baixar a imagem original

A aeronave H-36 da FAB já realizou um resgate a 270 quilômetros de Fernando de Noronha. Na ocasião, foi necessário o pouso na ilha para o abastecimento. Com a capacidade de Reabastecimento em Voo, as aeronaves poderão atender as ocorrências mais distantes sem necessitar de pousos intermediários, aumentando a pronta-resposta às missões de resgate.

Segundo o Gerente Operacional do Projeto H-36, Capitão Aviador Israel Azevedo Luz, o voo de REVO com helicópteros envolve estudo e preparo, tendo em vista a diferença de performance entre as aeronaves KC-130 e H-36. “Com este treinamento o Brasil entra no seleto grupo de países que possuem a capacidade de REVO com aeronaves de Asa Rotativas”, disse o Oficial.

Fonte: FAB/ Esquadrão Puma

Edição: Agência Força Aérea – Revisão: Major Oliveira Lima

Fotos: Tenente Claudio e Sargento Neubar / BASC

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.