BRASIL, COLÔMBIA E PERU REALIZAM EXERCÍCIOS TÁTICOS NO ALTO SOLIMÕES

Operação chamada de BraColPer Naval envolve mais de 400 militares dos três países

No alto Solimões, na cidade de Tabatinga (AM), os Navios-Patrulha Fluvial “Raposo Tavares” e “Rondônia”, assim como o Navio de Assistência Hospitalar “Oswaldo Cruz” e a aeronave UH-12, inciaram a Operação BraColPer Naval 2022, compondo o Grupo-Tarefa (GT) da Flotilha do Amazonas até o dia 10 de agosto. Neste momento, a comissão navega no Rio Amazonas Peruano a caminho da cidade de Iquitos, no Peru.

A Operação BraColPer reúne as capacidades das Marinhas do Brasil (MB), Colômbia e Peru desde 1974, com o objetivo de realizar exercícios mediante de intercâmbio de conhecimento na Tríplice Fronteira, aprimorando o nível de adestramento e permitindo assim a eficácia nas operações combinadas das unidades navais dos países participantes.

A Operação é dividida em três fases e envolve mais de 400 militares. As fases I e II são realizadas nos Rio Marañon, o Rio Solimões Peruano, entre as cidades de Letícia (Colômbia) e Iquitos (Peru), nos períodos que coincidem com as datas das Independências desses países, comemoradas nos dias 20 e 28 de julho, respectivamente. Ao final dessas fases, os navios que compõem o GT regressam para as suas sedes. Como nos anos anteriores, a fase III, realizada no estado do Amazonas, ocorrerá nos Rios Solimões e Negro, no mês de setembro, justamente por ocasião da comemoração dos 200 anos da Independência do Brasil.

O Vice-Almirante Thadeu Marcos Orosco Coelho Lobo enfatizou que é um privilégio para a MB participar como marinha-anfitriã no ano em que o Brasil comemora o bicentenário da sua Independência.

“A Bacia Amazônica dá acesso ao mais interior de nossos países, sendo, portanto, tema de atenção compartilhada. Exige, consequentemente, ações conjuntas, que promovam continuidade além fronteiras. Muito além da histórica e sólida amizade entre nossas nações, a atuação multinacional na região amazônica é um imperativo, que deve estar assentada sobre um robusto sistema de cooperação, nos diversos níveis de decisão”, destacou o Almirante.

Comemorações da Independência da Colômbia
No dia 20 de julho de 2022, na cidade de Letícia – Colômbia, foram realizadas as celebrações relativas ao 212º aniversário da Independência da Colômbia com a presença de autoridades civis e militares brasileiras. Dentre os eventos protocolares, destacam-se a celebração de uma missa na Catedral de Letícia, além do desfile cívico alusivo aos 212 anos da Independência da Colômbia, onde militares da Marinha e do Exército do Brasil também desfilaram pelas ruas da cidade. Na ocasião, houve demonstração de pessoal, meios e equipamentos operativos militares colombianos; como também aposição floral diante do busto do Almirante Padilla, herói colombiano que teve participação decisiva na Independência.

Já no rio Marañon, os Navios-Patrulha Fluvial “Raposo Tavares” e “Rondônia”, e o Navio de Assistência Hospitalar “Oswaldo Cruz”, da Marinha do Brasil, acompanhado dos Navios “ARC Rey”, “ARC Letícia”, “ARC Joyss” da Armada da Colômbia mais o navio “BAP Clavero” da Marinha de Guerra do Peru, realizaram um Desfile Naval encerrando as comemorações do dia pátrio.

Fonte: Agência Marinha de Notícias

Por Capitão-Tenente (RM2-T) Gisleine Assunção Alves – Manaus, AM

26/07/2022

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.