IRÃ E VENEZUELA ASSINAM PLANO DE COOPERAÇÃO DE 20 ANOS ENVOLVENDO PETRÓLEO, DEFESA E AGRICULTURA

Além do pacto incluir os setores citados, turismo e cultura também serão promovidos pelos dois países. Ao mesmo tempo, a República Islâmica entregou hoje (11) a Caracas o segundo de quatro navios petroleiros com capacidade de 800.000 barris cada.

Neste sábado (11), Irã e Venezuela assinaram um plano de cooperação de 20 anos em Teerã. A cerimônia de assinatura, transmitida pela TV estatal iraniana, foi supervisionada por Ebrahim Raisi e seu homólogo venezuelano, Nicolás Maduro, no Palácio de Saadabad, norte da capital iraniana, segundo a Reuters.

A assinatura do acordo já vinha sendo ventilada pela mídia, conforme noticiado, no início do mês, uma vez que os dois países tentam contornar as sanções aplicadas pelos Estados Unidos.

“A Venezuela mostrou resistência exemplar contra sanções e ameaças de inimigos e imperialistas. O documento de cooperação de 20 anos é testemunho da vontade dos dois países de desenvolver laços. As sanções e ameaças contra a nação iraniana nos últimos 40 anos foram numerosas, mas a nação iraniana transformou essas sanções em uma oportunidade para o progresso do país”, disse Ebrahim Raisi na cerimônia.

O plano inclui cooperação nas áreas de petróleo, petroquímica, defesa, agricultura, turismo e cultura e foi assinado pelos chanceleres Hossein Amirabdollahian e Carlos Faria. De acordo com a agência, o pacto também inclui a reparação de refinarias venezuelanas e a exportação de serviços técnicos e de engenharia.

Após a cerimônia, Maduro e Raisi participaram de outro evento que marcou a entrega à Venezuela do segundo de quatro navios petroleiros do tamanho de Aframax, com capacidade de 800.000 barris cada, encomendado à empresa iraniana SADRA, relata a Reuters.

Uma foto fornecida pela presidência iraniana mostra o presidente do Irã Ebrahim Raisi (D) e o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro (E), fazendo uma declaração conjunta após sua reunião na capital Teerã em 11 de junho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 11.06.2022
Uma foto fornecida pela presidência iraniana mostra o presidente do Irã Ebrahim Raisi (D) e o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro (E), fazendo uma declaração conjunta após sua reunião na capital Teerã em 11 de junho de 2022. Foto da Presidência do Irã

A empresa está sob sanções dos EUA há mais de uma década por suas ligações com o Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (IRGC, na sigla em inglês).

Maduro, que chegou ao país persa na sexta-feira (10), está em visita de dois dias e chefia uma delegação política e econômica de alto escalão. Na capital iraniana, o líder venezuelano anunciou que um voo semanal de Caracas para Teerã começaria em 18 de julho.

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.