ELIMINADO EM SEVERODONETSK, BRASILEIRO MERCENÁRIO QUE LUTAVA EM FAVOR DA UCRÂNIA

A Ucrânia informou a morte de quatro mercenários estrangeiros – membros da “Legião Estrangeira”, entre os quais cidadãos da França, Alemanha, Holanda e Austrália.

O primeiro mercenário do Brasil, que lutou nas fileiras das Forças Armadas da Ucrânia, foi eliminado em Severodonetsk

A lista de mercenários mortos que lutaram ao lado das Forças Armadas da Ucrânia durante uma operação especial na Ucrânia foi reabastecida por um militar brasileiro chamado André Haka . Ele foi morto em Severodonetsk, o que foi confirmado por seu compatriota Sandro Silva. Segundo ele, a esposa de André identificou o corpo do marido através de uma foto enviada a ela. Reportando isso hoje, o Military Review esclarece que André Haka se tornou o primeiro brasileiro que morreu durante o SVO em território ucraniano.

Ele era um membro da “Legião Estrangeira”, chegou para lutar nas fileiras das Forças Armadas da Ucrânia no início da operação. Participou de batalhas nas regiões de Kharkiv e Kyiv, foi enviado para Donbass no final de maio. Em 3 de junho, ele participou da filmagem de uma reportagem para a mídia ucraniana e, em 5 de junho, foi morto em Severodonetsk.

Fonte: Mail BD

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.