UCRÂNIA AFIRMA TER AFUNDADO A FRAGATA RUSSA ALMIRANTE MAKAROV

Mais um ataque ucraniano a um navio assombra a Marinha da Rússia. Segundo o Ministério da Defesa da Ucrânia os seus sistemas de Defesa Costeiros Neptune realizaram mais um ataque contra a frota russa No Mar Negro conseguindo atingir mais um navio russo, desta vez uma fragata do projeto 11356, Almirante Makarov. Outras fontes afirmam que o navio já afundou, depois de intenso incêndio a bordo.

O incidente ocorre faltando apenas três dias da comemoração do dia da vitória da Rússia na Grande Guerra Patriótica, que é a maneira como os russos chamam a 2ª Guerra Mundial, quando as força russas derrotaram as tropas da Alemanha Nazista que invadiram o território do país.

Lembramos também a perda recente do cruzador Mokva, que era o nau capitânia da Frota do Mar Negro e um dos maiores navios da Marinha da Rússia e que provavelmente, também foi afundado com mísseis Naptune.

A fragata Makarov é o terceiro navio do projeto 11356 Almirante Grigorovich e é fruto dos recentes planos de modernização da frota naval da Marinha da Rússia, possuindo assim moderno sistema de combate e armamentos, como podemos ver nos vídeos de treinamentos realizados da Almirante Makarov contra o míssil de cruzeiro lançado contra o navio. Interceptação sobre o mar foi feito pelo sistema de mísseis antiaéreos “Shtil” como é conhecida a versão naval do sistema BUK. Vejam!

Os armamentos dessa classe de navio são:

Canhão naval principal de 100 mm A-190E-01

8 células do modelo UKSK com mísseis de cruzeiro Kalibr e Oniks. Futuramente mísseis de cruzeiro hipersônicos Zircon

A defesa antiaérea emprega 24 células do míssil Shtil-1 e a versão naval do BUK, além de 8 lançadores Igla-S ou Verba.

Dois sistemas de defesa de ponto, também conhecidos pela sigla em inglês CIWS: AK-630 Além de lançadores de torpedos DTA-53-11356

A Guerra Rússia X Ucrânia, na verdade pode ser chamada de Guerra por procuração da OTAN contra a Rússia, onde não há tropas da OTAN, mas armamentos e assessoria, com o emprego, inclusive de satélites que monitoram as tropas e as frotas de navios russos com muita precisão nas suas manobras no Mar Negro, permitindo assim, ataques precisos. Aguardem mais informações que poderão resultar em mais um vídeo ou matéria no nosso site ou Twitter.

Até lá!

Por Graan Barros

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.