RÚSSIA NÃO TENTARÁ COMPLETAR OPERAÇÃO NA UCRÂNIA ATÉ A COMEMORAÇÃO DO DIA DA VITÓRIA NA 2º GUERRA MUNDIAL, AFIRMA LAVROV

MOSCOW, RUSSIA - APRIL 26, 2022: Russia's Foreign Minister Sergei Lavrov gives a joint press conference with UN Secretary-General Antonio Guterres, following their meeting at the Reception House. Russian Foreign Ministry/TASS Ðîññèÿ. Ìîñêâà. Ìèíèñòð èíîñòðàííûõ äåë ÐÔ Ñåðãåé Ëàâðîâ âî âðåìÿ ïðåññ-êîíôåðåíöèè ïî èòîãàì âñòðå÷è ñ ãåíåðàëüíûì ñåêðåòàðåì ÎÎÍ Àíòîíèó Ãóòåððèøåì â Äîìå ïðèåìîâ ÌÈÄ ÐÔ íà Ñïèðèäîíîâêå. Ïðåññ-ñëóæáà ÌÈÄ ÐÔ/ÒÀÑÑ

Segundo o ministro das Relações Exteriores da Rússia, o ritmo da operação militar especial da Rússia na Ucrânia depende, em primeiro lugar, da necessidade de mitigar os riscos para civis e tropas russas.

MOSCOU, 2 de maio. /TASS/. Moscou não estabelecerá prazos artificiais para sua operação militar na Ucrânia para completá-la até o Dia da Vitória, comemorado em 9 de maio, disse o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, em entrevista à emissora italiana Mediaset.

“Nossas tropas não vão basear artificialmente suas atividades em uma data específica, incluindo o Dia da Vitória”, apontou ele em resposta a uma pergunta. “Celebraremos solenemente o 9 de maio como sempre fazemos”, acrescentou Lavrov.

Segundo ele, o ritmo da operação militar especial da Rússia na Ucrânia depende, em primeiro lugar, “da necessidade de mitigar os riscos para civis e tropas russas”.

Lavrov observou que a operação visava particularmente garantir a segurança de civis e garantir que não houvesse ameaças da Ucrânia a civis e à Rússia, “o que estaria relacionado a armas ofensivas e à disseminação de ideias nazistas que o Ocidente está tentando minimizar .”

“Vi reportagens na NBC, li a revista National Interest. Começaram a aparecer artigos sérios alertando contra os jogos com os nazistas, como aconteceu em 1935-1938”, enfatizou o principal diplomata russo.

Fonte: TASS

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.