GENERAL DYNAMICS BATE A QUILHA DO FUTURO NAVIO-TANQUE USNS EARL WARREN (T-AO 207)

A quilha do futuro USNS Earl Warren (T-AO 207), o 3º reabastecedor da frota da classe John Lewis da Marinha, foi lançada na General Dynamics National Steel and Shipbuilding Company (GD-NASSCO), em 30 de abril.

O batimento de quilha é o reconhecimento do início da construção de um navio. É a junção dos componentes modulares de um navio e a autenticação ou gravação das iniciais de um homenageado em uma placa de quilha cerimonial. A patrocinadora do navio, a juíza da Suprema Corte Elena Kagan, teve suas iniciais gravadas na placa da quilha por soldadores da NASSCO.

“Estamos ansiosos para levar esses navios à frota para apoiar as operações no mar”, disse John Lighthammer, gerente do programa, Auxiliary and Special Mission Shipbuilding Program Office. “Esta nova classe de lubrificadores está trazendo capacidade e capacidade muito necessárias para a frota.”

Os T-AOs da classe John Lewis serão operados pelo Comando Militar de Transporte Marítimo para fornecer combustível e óleo lubrificante, e pequenas quantidades de provisões frescas e congeladas, provisões e água potável para navios da Marinha no mar e combustível para aeronaves embarcadas.

Os petroleiros apresentam capacidade para transportar barris de petróleo, uma capacidade significativa de carga seca, capacidade de aviação e velocidade de 20 nós. A NASSCO projetou as novas embarcações com casco duplo para proteção contra derramamentos de óleo e tanques de carga e lastro reforçados. Os novos T-AOs adicionarão capacidade à Força Logística de Combate da Marinha e se tornarão a pedra angular do sistema de entrega de combustível.

A NASSCO também está atualmente em produção no USNS Harvey Milk (T-AO 206) e no USNS Robert F. Kennedy (T-AO 208). O futuro USNS Lucy Stone (T-AO 209) e USNS Sojourner Truth (T-AO 210) estão sob contrato. A NASSCO também está atualmente em produção de duas Bases Marítimas Expedicionárias (ESB) – o futuro USS John L. Canley (ESB 6) e USS Robert E. Simanek (ESB 7).

Como uma das maiores organizações de aquisição do Departamento de Defesa, a PEO Ships é responsável por executar o desenvolvimento e aquisição de todos os destróieres, navios anfíbios, navios de missão e apoio especiais, barcos e embarcações.

Fonte: NAVSEA

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.