A LEONARDO DESENVOLVERÁ O RADAR E-SCAN PARA CAÇAS TYPHOON DA ALEMANHA E ESPANHA

A Leonardo, que lidera o desenvolvimento e entrega dos radares ECRS Mk0 e ECRS Mk2 do Typhoon, também fornecerá trabalho de P&D, bem como os principais componentes de antena, processador e APSC para o ECRS Mk1 liderado pela HENSOLDT

A Leonardo anunciou que assinou mais de € 260 milhões em contratos com a HENSOLDT, que farão com que a empresa tenha um papel fundamental no desenvolvimento e entrega do radar E-scan ECRS Mk1 (European Common Radar System Mk1) do Eurofighter Typhoon, encomendado pela Alemanha e Espanha. A Leonardo conduzirá o trabalho de desenvolvimento de novos recursos de banda larga e fornecerá as partes principais da antena do novo radar, APSC (Antenna Power Supply & Control) e seu processador.

Leonardo já é a autoridade de projeto para o radar ECRS Mk0 E-scan encomendado pelo Kuwait e Qatar, cujo projeto sustenta o ECRS Mk1, e é a autoridade de projeto para o radar ECRS Mk2 liderado pelo Reino Unido.

A HENSOLDT é a autoridade de design do radar ECRS Mk1, enquanto a Airbus Defence & Space integrará o radar ao Eurofighter Typhoon. A Leonardo, aproveitando sua liderança do consórcio EuroRADAR que produz o ECRS Mk0, está fornecendo facilitadores à HENSOLDT para assumir o papel de liderança do ECRS Mk1, reforçando as capacidades aéreas de combate terrestre da Alemanha. A estreita colaboração neste projeto é representativa da forte parceria mais ampla entre as duas potências da eletrônica de defesa.

O radar ECRS Mk1 alemão e espanhol apresenta um receptor multicanal digital e novos módulos de recepção de transmissão de banda larga, aprimorando a capacidade do Mk0. Além da produção da antena central, APSC e componentes do processador, a HENSOLDT contratou a Leonardo para realizar o trabalho de desenvolvimento dos recursos de banda larga que explorarão esses novos módulos de recepção e transmissão para aumentar o alcance e a precisão de detecção do ECRS Mk1. Espera-se que o primeiro radar ECRS Mk1 seja produzido em 2025.

A Leonardo entregará módulos para o ECRS Mk1 de suas instalações em Nerviano, Edimburgo, Campi Bisenzio e Palermo.

Leonardo também está liderando o projeto do ECRS Mk2, uma nova variante que está sendo desenvolvida em parceria com a BAE Systems com uma matriz multifuncional. O desenvolvimento do ECRS Mk2 foi financiado pelo Reino Unido e está sendo apoiado pela Itália através do ECRS Mk2 Industrial Joint Team.

Fonte: Leonardo

Roma, 14 de janeiro de 2022

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.