NAVANTIA E O MINISTÉRIO DA DEFESA DA ESPANHA LANÇAM AS BASES PARA APOIAR O CICLO DE VIDA DOS SUBMARINOS S80

NAVANTIA E O MINISTÉRIO DA DEFESA DA ESPANHA LANÇAM AS BASES PARA APOIAR O CICLO DE VIDA DOS SUBMARINOS S80

O Ministério da Defesa, através da Direção-Geral de Armamento e Material (DGAM), concedeu à Navantia o desenvolvimento da Fase de Arranque e a criação do Gabinete Técnico de Apoio ao Ciclo de Vida (OTACV) dos submarinos S-80.

Com a premiação, começam os trabalhos de preparação do futuro programa de Apoio ao Ciclo de Vida dos submarinos S-80, que terá início após a entrega do primeiro submarino da série. A criação deste Gabinete representa uma mudança de paradigma no apoio a um navio da Marinha, visto que, pela primeira vez, o Navantia está integrado na estrutura de apoio da Marinha na qualidade de Autoridade de Desenho Técnico.

A fase de inicialização criará o ambiente colaborativo no qual o futuro sistema de suporte do S-80 será desenvolvido. A estrutura organizacional e distribuição de funções está ajustada ao desafio colocado pela gestão da manutenção do navio mais complexo do Ministério da Defesa.

A criação deste Gabinete assenta em três pilares fundamentais: DGAM, que dará continuidade ao programa ao longo do seu ciclo de vida, apoiando as atividades de gestão da sustentabilidade; a Marinha, que contribuirá com sua experiência no campo operacional e logístico e Navantia, que aplicará sua experiência nos diferentes processos e atividades que permitiram o projeto e construção do submarino.

Impulsione o ecossistema industrial

A participação da Navantia no OTACV garante o cumprimento do requisito fundamental para qualquer programa de manutenção complexo, que é a incorporação da Autoridade de Projeto no núcleo do escritório, proporcionando conhecimento e permitindo ao usuário final ter as evidências que lhe permitam garantir o funcionamento do o submarino. Essa é a principal diferença entre um escritório convencional e um OTACV formado pela Navantia e pela Marinha.

Esta integração permitirá aumentar a eficiência e segurança na operação e manutenção do submarino e, ao mesmo tempo, contribuirá para a manutenção e promoção do ecossistema industrial e das capacidades tecnológicas necessárias para suportar o ciclo de vida de um sistema. complexo como um submarino.

O S-80 é a aposta tecnológica mais complexa da Navantia e da Marinha. O S-81, o primeiro da série, já está em testes portuários no estaleiro Cartagena.

Fonte: Navantia

Cartagena, 12 de Novembro de 2021

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.