O PRIMEIRO NAVIO DE TREINAMENTO DE CADETES ARA “CIDADE ENSENADA” FOI LANÇADO NA ARGENTINA

Construída no Estaleiro Río Santiago, foi batizada de ARA “Cidade Ensenada”.

Río Santiago – Foi realizada esta manhã, no Nível 3 do Estaleiro Río Santiago (ARS), a cerimônia de lançamento do primeiro barco de treinamento de cadetes (LICA), denominado ARA “Cidade Ensenada”.

A cerimônia foi conduzida pelo Governador da Província de Buenos Aires, Axel Kicillof, acompanhado do Ministro da Defesa, Jorge Taiana; o Chefe do Estado-Maior General da Marinha, Vice-Almirante Julio Horacio Guardia; o Ministro da Produção, Ciência e Inovação Tecnológica da província de Buenos Aires, Augusto Costa; e o presidente do Estaleiro Río Santiago, Pedro Wasiejko, junto com autoridades nacionais, provinciais e municipais; e trabalhadores ARS.

Depois de cantar os versos do Hino Nacional Argentino, interpretado pela Banda Musical da Escola Naval Militar, o pastor de Nossa Senhora de la Merced de Ensenada abençoou o barco.

Em seguida, a madrinha do LICA, Professora Purificación Merodo – professora da Escola Militar Naval por mais de 40 anos – realizou o batismo do barco. O pessoal do estaleiro então cortou as amarrações e permitiu que a unidade se movesse em direção à água, momento em que foi tomada por rebocadores que a levaram até o cais de alistamento do estaleiro.

Consecutivamente, as palavras alusivas das autoridades presentes foram cedidas. Em primeira instância, o presidente da ARS, bem como o secretário-geral da ATE Ensenada e o prefeito de Ensenada, Mario Secco, concordaram em destacar a dedicação e dedicação dos trabalhadores do estaleiro e o apoio de suas famílias, muitos dos quais estavam presentes.

Em seguida, o Chefe do Estado-Maior da Marinha lembrou que na ARS foram construídas unidades emblemáticas da Marinha, algumas das quais participaram da Guerra das Malvinas, e agradeceu o trabalho dos trabalhadores.

Da mesma forma, o Vice-Almirante Guardia disse: “Esperançosamente o futuro nos permitirá, nesta sinergia que eles alcançaram com Tandanor, adicionar capacidades e continuar neste caminho de construção naval.”

Por sua vez, o Ministro da Defesa sublinhou que “uma das prioridades do Governo Nacional é a produção para a Defesa”. “A Argentina é um país que tem, do ponto de vista estratégico, uma visão defensiva, mas com capacidade, iniciativa e poder de dissuasão”.

Por fim, o Governador da Província de Buenos Aires destacou a importância do lançamento e do futuro produtivo do ARS.

Características técnicas dos barcos de treinamento de cadetes:

Esses LICAs, de 34 metros de comprimento, 8 metros de largura e calado máximo de 2,20 metros, terão um deslocamento aproximado de 260 toneladas e sua propulsão será dada pela instalação de dois motores de 550 KW, sendo seu combustível de baixo consumo, o principal recurso que lhes permitirá navegar por 14 dias a uma velocidade de 12 nós sem reabastecimento (aproximadamente 4.000 milhas náuticas).

A construção está sendo realizada sob as normas da NKK Classification Society (Nippon Kaiji Kyokai), o que garante o cumprimento de todos os requisitos de construção para uma embarcação desta classe. O desenho conceitual dessas embarcações foi elaborado pela Direção Técnica do Estaleiro Río Santiago.

Quanto ao pessoal de bordo, sua capacidade permitirá transportar 34 cadetes ao mesmo tempo, com uma tripulação de 5 pessoas. Os equipamentos da Ponte de Navegação permitirão aos alunos serem treinados nas mais recentes tecnologias ao nível das técnicas de navegação, cumprindo as normas do STCW (Norma de Formação, Certificação e Serviço de Quarto) impostos pelos requisitos da Organização Marítima Internacional (IMO) , uma qualificação fundamental para os futuros oficiais da Marinha.

Fonte: Armada Argentina

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.