BAE SYSTEMS E ROLLS-ROYCE VÃO PROJETAR SUBMARINOS QUE SUCEDERÃO A CLASSE ASTUDE DO REINO UNIDO

Pictured: An Astute Class Submarine on the surface. United Kingdom Carrier Strike Group 21 (CSG21) consists of multiple vessels from the UK as well as ships from the United States Navy and the Dutch Navy. One of those assets includes an Astute Class Submarine. Whilst operating within the Mediterranean an Astute Class submarine conducted a rare surface; to interact and exercise with HMS Queen Elizabeth and the task group. HMS Queen Elizabeth is the deployed flag ship for CSG21 will see the ship along with the Strike Group work with over 40 countries from around the world. The Strike Group will operate and exercise with other Countries Navies and Air Forces during the 7 month deployment. The Strike Group includes ships from the United States Navy, The Dutch Navy, and Marines from the US Marine Corps. As well as UK Frigates, Destroyers two RFA supply ships and air assets from 617 Sqn, 820 NAS, 815 NAS and 845 NAS. This will be the largest deployment of Fifth Generation Fighter Jets in history.

O primeiro trabalho foi iniciado em um sucessor para a força de caçadores-assassinos de ponta do Serviço de Submarinos – antes mesmo de todos os barcos atuais terem sido entregues à Marinha.

A BAE Systems e a Rolls-Royce receberam £ 85 milhões cada uma para começar a pensar no projeto e nas capacidades de uma nova classe de submarino que acabará por substituir a classe Astute.

Nos próximos três anos, 350 designers, engenheiros e construtores navais – 250 no Noroeste e 100 nas Midlands – realizarão trabalhos de design e conceito, trabalho que ajudará Whitehall a determinar como ele substituirá os Astutes quando eles começarem a chegar ao fim de suas carreiras ativas.

Quatro barcos estão atualmente em serviço – o mais novo, HMS Audacious, é oficialmente comissionado na próxima semana – No.5 (HMS Anson) está passando por testes e testes finais em Barrow, onde os dois últimos barcos (HMS Agamemnon e Agincourt) estão sendo concluídos.

Todos os sete Astutes estarão em serviço até 2026 e cada um é esperado para servir por pelo menos um quarto de século – levando a classe para a segunda metade do 21 st Century.

A própria HMS Astute já está em serviço há mais de uma década e dadas as complexidades da construção de submarinos nucleares – além do ritmo da mudança tecnológica abaixo das ondas (a Marinha Real já está investindo em seus primeiros submersíveis sem tripulação) – preparando-se para a próxima geração de barcos precisa começar agora.

“Projetar e construir submarinos é um dos feitos mais complexos e desafiadores da engenharia que a indústria marítima realiza”, explicou Ian Booth, chefe da Agência de Entrega de Submarinos.

“É essencial que o trabalho na capacidade subaquática da próxima geração comece o mais cedo possível. Isso depende de alguns dos mais experientes especialistas em defesa nuclear do país desde o início da fase de projeto.”

O secretário de Defesa, Ben Wallace, disse que a concessão dos dois contratos marcou “ o início de uma nova jornada para os submarinos da Marinha Real. Projetistas e engenheiros britânicos liderarão o desenvolvimento de submarinos para nossa Marinha Real.

“Este investimento de vários milhões de libras garante que essa capacidade vital estará pronta para substituir nossos submarinos Astute Class assim que eles saírem de serviço, ao mesmo tempo em que dá suporte a empregos altamente qualificados em Midlands e noroeste da Inglaterra.”

A equipe BAE se concentrará no projeto e na construção da nova classe – provisoriamente conhecida como programa SSNR (Submersible Ship Nuclear Replacement) – enquanto a Rolls-Royce em Derby se concentrará no desenvolvimento / produção dos reatores dos barcos.

“Projetar e construir submarinos é uma das façanhas mais complexas e desafiadoras da engenharia que a indústria marítima empreende. É essencial que o trabalho na capacidade subaquática da próxima geração comece o mais cedo possível.”

Ian Booth, diretor executivo da agência de entrega de submarinos

Fonte: Royal Navy

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.