COMITIVA DO MINISTÉRIO DA DEFESA VISITA INSTALAÇÕES DO PROGRAMA DE SUBMARINOS

O Chefe de Logística e Mobilização, Tenente Brigadeiro do Ar Heraldo Luiz Rodrigues, o Chefe de Assuntos Estratégicos, General de Exército Eduardo Antonio Fernandes, o Chefe de Operações Conjuntas do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, Almirante de Esquadra Petronio Augusto Siqueira de Aguiar, e comitiva, visitaram, em 27 de agosto, as instalações do Programa de Submarinos (PROSUB) no Complexo Naval de Itaguaí, localizado na Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

Os representantes do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas estavam acompanhados do Secretário de Orçamento e Organização Institucional (SEORI), Antônio Vogel, e do Diretor-Geral do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (CENSIPAM), Rafael Costa. As autoridades foram recepcionadas pelo Diretor-Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha, Almirante de Esquadra Marcos Sampaio Olsen, e pelo Coordenador-Geral do Programa de Desenvolvimento do Submarino com Propulsão Nuclear, Vice-Almirante Sydney dos Santos Neves.

O objetivo da visita foi apresentar a situação orçamentária do PROSUB aos membros do Ministério da Defesa e a infraestrutura do Complexo Naval de Itaguaí, berço industrial que avança na construção em série de quatro Submarinos com propulsão diesel-elétrica.

>

Durante a visita, a Comitiva percorreu as instalações da oficina principal do Estaleiro de Construções, onde embarcou e percorreu o interior do Submarino “Humaitá”. Em seguida, conheceu os simuladores tático e de imersão no Departamento de Treinadores e Simuladores, instalado no Complexo da Base de Submarinos da Ilha da Madeira. 

Veja também:

O PROSUB estimula o desenvolvimento do parque industrial nacional, a geração de empregos e a capacitação das empresas envolvidas no Programa de Nacionalização, certificando a elevada capacidade tecnológica absorvida pela Marinha e pela Itaguaí Construções Navais na construção de meios de alta complexidade tecnológica.

Fonte: Marinha do Brasil

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.