FRAGATA IRANIANA SAHAND NO DIA DA MARINHA DA RÚSSIA

Os navios do Irã, a Base-Móvel Makran e sua escolta, a fragata Sahand que haviam iniciado há cerca de 2 meses uma viagem de instrução que saiu do Irã e contornou a África até a Rússia, acessando o Atlântico sem aportar em nenhum país, chegou finalmente a cidade de São Petersburgo onde participou da importante desfile naval comemorativo do dia da Marinha da Rússia a convite do presidente Vladiimir Putin.

A escolha do caminho até a Rússia seria ilógico, já que existe o canal de Suez. Mas esse tipo de viagem é necessária para um país que quer sair da área de atuação do Golfo Pérsico onde é confrontado diariamente por uma força que vem do Atlântico, a Marinha dos Estados Unidos. Parece que os Estados Unidos não aceitou bem a viagem dos navios iranianos pela costa da África.

De qualquer forma, o navio Makran realizou as tarefas a que foi planejado, apoiando a fragata Sahand, que em contrapartida, atuou como escolta armada do navio de valor capital que a princípio também seria o Makran.

Imaginem passar dois meses enfrentando o mar bravio com intermináveis “caturros de proa” onde a proa do navio praticamente mergulha no mar.

Outro fato interessante, foi a corrida de spoters navais para fotografar o ineditismo de navios do Irã viajando a essa latitude do mundo e passando pela Europa e Rússia.

Não devemos esquecer que os navios sofreram com o mar bravo e a fragata Sahand por seu baixo deslocamento, foi a que sofreu mais, como provam as imagens durante a viagem e para participar do desfile recebeu uma pintura de emergência comandada pelos russos.

O navio makran, que não participou do desfile, foi acusado pelo governo americano de transportar lanchas rápidas com capacidade de empregar mísseis antinavio e torpedos para o governo da Venezuela. Entretanto, esse é um dos ,muitos meios empregados pelo Makran. Veja o vídeo sobre o navio clicando no card acima.

Destacamos as outras duas marinhas convidadas pelo Ministério da Defesa russo: a Marinha da Índia com a fragata INS Tabar que foi projetada pela Rússia e a fragata PNS Zulfiquar. Esta, do Paquistão e projetada e fabricada pela China

Por Graan Barros

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.