PORTA-AVIÕES ITALIANO “CAVOUR” INICIA OPERAÇÕES AÉREAS COM F-35B

OCEANO ATLÂNTICO – Partiu no dia 28 de fevereiro da base da Segunda Frota da Marinha dos EUA em Norfolk, o navio Cavour iniciou a fase “quente” da campanha “Pronto para Operações”. O primeiro pouso de uma aeronave F-35B do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA no convés do porta-aviões da Marinha representa uma etapa fundamental no longo e complexo processo de certificação do uso da nova aeronave.

A conclusão da fase “Sea Trials” dos testes de mar, que durarão no Oceano Atlântico cerca de quatro semanas, permitirá à nau capitânia da Equipa Naval testar a cabine de comando e verificar os impactos com as aeronaves de quinta geração em momentos-chave decolagem e pouso em diferentes condições de trim e em relação a diversos fatores como ventos e o estado do mar, para se chegar à certificação final de “Pronto para Operações”.

“É uma conquista notável para todos nós hoje ver o caça de quinta geração da Marinha dos EUA em nossa cabine de comando”, disse o comandante do porta-aviões Cavour, capitão Giancarlo Ciappina. “Isso representa, de fato, um sucesso excepcional, mas, ao mesmo tempo, um novo desafio para o futuro da Aviação Naval Italiana e da Marinha. Toda a tripulação tem muito orgulho de trabalhar em estreita colaboração com a ITF, a equipe de teste do F-35 Joint Program Office durante esses testes no mar, e estamos muito bem preparados para fazer o trabalho árduo para equipar o porta-aviões Cavour e a Marinha com a quinta geração do sistema de armas Joint Strike Fighter. “

Durante a parada em Norfolk antes dos testes de mar, os 580 membros da tripulação do porta-aviões foram acompanhados pelo pessoal italiano treinado na base da Marinha em Beaufort para operar na aeronave, bem como o pessoal dos EUA da Força de Teste Integrada (ITF ) equipe, essencial na fase de integração.

“Nossa equipe treinou exaustivamente para se preparar para este dia e tive a honra de pousar o primeiro jato a bordo do navio Cavour”, disse um dos três pilotos de teste F-35B do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA. Major Brad Leeman, do Naval Air Warfare Center Aircraft Divisão de Teste Aéreo (NAWCAD) e Esquadrão de Avaliação Dois, Três (VX-23) na Estação Aérea Naval em Patuxent River e oficial encarregado da equipe de teste da ITF. “A ITF desempenha um papel fundamental na obtenção da certificação. Todo o nosso árduo trabalho de planejamento e treinamento garantirá o sucesso dos testes de mar”, disse Leeman. Depois de verificada a compatibilidade entre o F-35B e o porta-aviões Cavour, será declarado o “Pronto para Operações”, para iniciar as atividades que levarão à realização, até 2024, da “Capacidade Operacional Inicial” (COI). O processo será concluído com a aquisição da “Capacidade Operacional Final” após a entrega da última aeronave prevista no programa.

Título original: O primeiro contato entre a aeronave de quinta geração e a cabine de comando da nau capitânia da Marinha

Fonte: Marina Militare

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.