PENTÁGONO COGITA REDUZIR FORÇA DE PORTA-AVIÕES EM REVISÃO ORÇAMENTÁRIA

USS Harry S. Truman (CVN 75) (COMPTUEX)

Departamento de Defesa dos EUA está ponderando reduzir sua força de porta-aviões no âmbito da revisão do orçamento para ano fiscal de 2022, aponta portal USNI News.

Esta opção está sendo considerada para atender ao limite superior do orçamento de defesa definido pela administração Biden.

O Gabinete do Secretário de Defesa está cogitando como poderia gastar menos com porta-aviões, informaram duas fontes familiarizadas com o assunto.

A administração Trump pretendia gastar US$ 722 bilhões (R$ 4,054 trilhões) no orçamento do ano fiscal de 2022 e, de acordo com o portal, chegou a propor aposentar porta-aviões USS Harry S. Truman.

Porta-aviões USS Nimitz Harry S. Truman

© AP PHOTO / FABRIZIO BENSCH/POOLPorta-aviões USS Nimitz Harry S. Truman

O limite orçamentário ainda não foi anunciado oficialmente, no entanto, segundo Bloomberg e Politico, o orçamento deve oscilar entre US$ 704 bilhões (R$ 3,953 bilhões) e US$ 708 bilhões (3,975 bilhões). O próximo ano fiscal iniciará em 1º de outubro deste ano.

A sugestão feita pela administração Trump para descomissionar o navio USS Harry S. Truman também está sendo considerada junto com todo o orçamento relacionado à construção naval.

Em 2019, o gabinete de Donald Trump sugeriu aposentar porta-aviões USS Harry S. Truman, mas depois voltou atrás na proposta, após o então vice-presidente Mike Pence dizer que o navio “vai espalhar inferno por muito mais anos”.

Fonte: Sputnik

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.