FORÇAS DOS EUA CONTINUAM ROUBANDO TRIGO E PETRÓLEO DA SÍRIA

TEERÃ (Tasnim) – As forças de ocupação dos EUA levaram 38 caminhões carregados com trigo sírio roubado dos silos de Tal Alou, no interior do nordeste de Hasaka, na Síria, para o norte do Iraque.

Fontes locais disseram ao SANA que 38 caminhões carregados com trigo, saqueados dos silos da vila de Tal Alou na região de Al-Ya’rubiyah, foram levados para o norte do Iraque através da travessia ilegítima de Al-Walid.

Na quinta-feira, as forças de ocupação dos EUA saquearam uma quantidade de trigo e levaram-no em 18 caminhões para o território iraquiano através da passagem de fronteira de Semalka.

O Ministro do Petróleo e Recursos Minerais da Síria, Bassam Tomeh, disse à rede de notícias estatal de língua árabe al-Ikhbariyah Síria em 18 de março que os EUA e seus grupos terroristas aliados Takfiri estão saqueando reservas de petróleo no país árabe atingido pela guerra, revelando que Washington controla 90 por cento das reservas de petróleo bruto no nordeste da Síria, rico em petróleo.

“Os americanos e seus aliados estão visando a riqueza do petróleo da Síria e seus petroleiros como piratas”, disse o ministro do petróleo da Síria.

Ele observou que o custo dos danos diretos e indiretos ao setor de petróleo da Síria é de mais de US $ 92 bilhões.

Os militares dos EUA posicionaram forças e equipamentos no nordeste da Síria, com o Pentágono alegando que o deslocamento das tropas visa evitar que os campos de petróleo na área caiam nas mãos dos terroristas do Daesh. Damasco, no entanto, diz que a implantação tem como objetivo saquear os recursos do país.

Os EUA confirmaram pela primeira vez seu saque de petróleo da Síria durante uma troca de audiências no Senado entre o senador republicano da Carolina do Sul Lindsey Graham e o ex-secretário de estado dos EUA Mike Pompeo no final de julho do ano passado.

Em 30 de julho e durante seu depoimento à Comissão de Relações Exteriores do Senado, Pompeo confirmou pela primeira vez que uma petroleira americana entraria em operação no nordeste da Síria, controlada por militantes das chamadas Forças Democráticas Sírias (SDF).

DONALD TRUMP AFIRMA QUE MANTEM O PETRÓLEO DA SÍRIA

O governo sírio condenou veementemente o acordo, dizendo que o acordo foi feito para saquear os recursos naturais do país, incluindo petróleo e gás, sob o patrocínio e apoio do governo do então presidente dos Estados Unidos Donald Trump.

Fonte: Tasnim

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.