TERRORISTA NAZISTA DE 13 ANOS, FOGE DA CADEIA NA GRÃ BRETANHA

O menino começou cometendo sua primeira ofensa terrorista quando tinha apenas 13 anos.

Ele liderou uma célula nazista da casa da vovó.

E a sua avó esteve com ele segurando a sua mão, quando ele foi condenado via vídeo.

Na segunda-feira, dia 08 de fevereiro, agora com 16 anos, o adolescente, que não pode ser identificado por motivos legais, evitou a prisão quando o juiz Mark Dennis QC do Tribunal de Magistrados de Bodmin o condenou a 24 meses de reabilitação de jovens.

Em junho de 2019, com apenas 14 anos, ele se tornou chefe de uma célula britânica de um grupo de extrema direita chamado Feuerkrieg Division (FKD), um grupo neonazista. Ele estava em contato com outro jovem nazista de FKD, o comandante estoniano de 13 anos do grupo.

Como parte do FKD, o adolescente recrutou “cinco pessoas, incluindo Paul Dunleavy de 17 anos, que foi condenado a mais de cinco anos de detenção por crimes de terror em 2019”, relata o Skype News.

Com a duvidosa distinção de ser o terrorista mais jovem da Grã-Bretanha, o adolescente também coletou material do tipo faça-você-mesmo sobre a fabricação de bombas, armas e até mesmo napalm.

Os policiais encontraram uma bandeira nazista em sua casa e “1488” pintada no jardim de sua casa. A primeira parte “14” refere-se ao slogan nazista de 14 palavras “Devemos assegurar a existência de nosso povo e um futuro para as crianças brancas”. O 88 é uma referência à oitava letra do alfabeto, HH, que significa “Heil Hitler”.

Embora os promotores tenham dito que ele postou sobre “matar gays” com gás e enforcar gays, “ele alegou não ter opiniões racistas e apenas queria parecer ‘legal’”, disse Jenny Hopkins do Crown Prosecution Service, de acordo com a Reuters .

No entanto, Hopkins disse, “o conjunto de evidências o levou a se declarar culpado de posse e disseminação de material terrorista”.

O caso mostra que “o extremismo potencial pode estar além da tela de cada computador e telefone”, disse o inspetor-detetive Mark Samuel, da Counter Terrorism Policing South West, segundo o Skype News.

“Isso é especialmente verdadeiro durante o bloqueio, onde os jovens passam mais tempo online, muitas vezes sozinhos e sem supervisão”, disse ele.

Fonte: World Israel News

Por David Isaac

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.