TRUMP RESTRINGE COMPRA DE UAS (DRONES) DE “PAÍSES ADVERSÁRIOS” DOS EUA

WASHINGTON, 19 de janeiro. / TASS /. O presidente dos EUA, Donald Trump, assinou uma ordem executiva na segunda-feira restringindo a compra de sistemas de aeronaves não tripuladas dos chamados “países adversários”, ou seja, Rússia, China, Irã e Coréia do Norte, disse a assessoria de imprensa da Casa Branca.

“Os UAS são usados, por exemplo, para ajudar a aplicação da lei e apoiar os esforços de socorro em desastres naturais. Depender de UAS e componentes fabricados por nossos adversários, no entanto, ameaça nossa segurança nacional e econômica. As operações do governo dos Estados Unidos envolvendo UAS exigem acesso, coleta e manter dados, que podem revelar informações confidenciais. <…> É política dos Estados Unidos, portanto, evitar o uso de dólares do contribuinte para adquirir UAS que apresentam riscos inaceitáveis ​​e são fabricados por, ou contêm software ou eletrônicos críticos componentes de adversários estrangeiros e para encorajar o uso de UAS produzidos internamente “, disse o documento.

“O termo” país adversário “significa a República Popular Democrática da Coreia, a República Islâmica do Irã, a República Popular da China, a Federação Russa ou, conforme determinado pelo Secretário de Comércio, qualquer outra nação estrangeira, área estrangeira ou entidade não governamental estrangeira envolvida em padrões de longo prazo ou casos graves de conduta significativamente adversos à segurança nacional ou econômica dos Estados Unidos “, de acordo com a ordem executiva.

Fonte: TASS

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.