RÚSSIA E DA CHINA CONDUZIRAM A SEGUNDA PATRULHA AÉREA CONJUNTA NA REGIÃO DA ÁSIA-PACÍFICO

Os Ministérios da Defesa da Federação Russa e da República Popular da China relatam oficialmente que em 22 de dezembro de 2020, as Forças Aeroespaciais Russas e a Força Aérea do Exército de Libertação Popular da China conduziram uma segunda patrulha aérea conjunta por aeronaves de longo alcance na região da Ásia-Pacífico. Um grupo aéreo consistindo de dois bombardeiros estratégicos Tu-95ms das Forças Aeroespaciais Russas e quatro bombardeiros estratégicos “Hun-6k” da PLA realizaram patrulhas aéreas sobre as águas do Mar do Japão e dos mares da China Oriental.

No decorrer da missão, as aeronaves de ambos os países atuaram estritamente de acordo com as disposições do direito internacional. Não houve violações do espaço aéreo de estados estrangeiros.

As patrulhas conjuntas foram realizadas com o objetivo de aprofundar e desenvolver as relações russo-chinesas de parceria abrangente, aumentando ainda mais o nível de interação entre as Forças Armadas dos dois países, melhorando suas capacidades para realizar ações conjuntas, bem como fortalecer a estabilidade estratégica global.

O evento foi realizado no âmbito da implementação das disposições do plano de cooperação militar para 2020 e não se dirige a terceiros países.

Fonte: Departamento de Informação e Comunicações de Massa do Ministério da Defesa da Federação Russa

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.