AVIÃO ESPIÃO DOS EUA É VISTO NO ESPAÇO AÉREO CHINÊS EM MEIO A TENSÕES ENTRE WASHINGTON E PEQUIM

As relações entre EUA e China chegaram a seu ponto mais baixo desde que Donald Trump chegou ao poder. Os dois lados discordam sobre comércio, segurança, pandemia de coronavírus e Hong Kong, por exemplo.

No mês passado, dois bombardeiros pesados ​​dos EUA foram localizados no Mar do Sul da China.

Um avião de reconhecimento dos EUA voou no espaço aéreo chinês, informou a South China Sea Probing Initiative nesta quinta-feira (10). De acordo com os dados de voo revelados pelo think tank, o avião de reconhecimento Lockheed U-2A apelidado de “Dragon Lady” decolou na Coreia do Sul, sobrevoou o Estreito de Taiwan e passou pela zona de identificação de defesa aérea da China.

A South China Sea Probing Initiative disse que este foi o vôo de reconhecimento mais próximo no Estreito de Taiwan por um avião dos EUA. No mês passado, o think tank revelou que os Estados Unidos quase dobraram o número de voos de reconhecimento perto da China desde 2009.

Fonte: Sputnik

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *