RUDRAM 1 – ÍNDIA TESTA MÍSSIL ANTIRRADIAÇÃO

A Organização de Pesquisa e Desenvolvimento de Defesa (DRDO) realizou no dia 9 de outubro, na Ilha Wheeler, na costa de Odisha, o teste da nova geração de mísseis antirradiação (RUDRAM). O míssil foi lançado com sucesso a partir de um caça SU-30 MKI.

O RUDRAM é o primeiro míssil antirradiação desenvolvido pela indústria de defesa da Índia e já nasce integrado aos caças SU-30 MKI de procedência russa. Possui navegação Inercial-GPS com guiamento passiva para o ataque final, ou seja, o míssil é “atraído” para emissões de radar das defesas antiaéreas inimigas.

O Brasil, através da empresa Mectron desenvolveu um míssil antirradiação conhecido MAR-1 com as mesmas funções de supressão de defesas inimigas, em inglês: SUPPRESSION OF ENEMY AIR DEFENSES (SEAD), que foi até exportado para o Paquistão.

A excelente notícia de ver um armamento de ponta desenvolvido pela indústria de defesa brasileira recebeu um banho de água fria quando foi divulgada a notícia de que “O projeto do Míssil Antirradiação (MAR-1) está suspenso no âmbito da COPAC (Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate) em decorrência da rescisão do contrato com a empresa Mectron.”

A Mectron, em 2011, havia sido adquirida pela Odebrecht, empresa que foi destruída pela Operação Lava Jato.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *