CONFIRMADA A AQUISIÇÃO DO CANHÃO OTO MELARA SR 76MM PARA A CLASSE TAMANDARÉ

O jornalista Andrea Guidugli da mídia Infodefensa confirmou o que já era sabido desde que as primeiras informações sobre a construção das inicialmente , chamadas Corvetas Classe Tamandaré.

Segundo o jornalista as negociações entre a Thyssenkrupp e a Leonardo haviam sido prolongadas com a Pandemia da Covid-19, mas que agora, finalizaram por um valor que ultrapassa os 30 milhões de euros.

Duas vistas do canhão

Nas especificações do canhão fornecidos pelo site da Leonardo informa:

“o 76/62 Super Rapid (SR) Gun Mount é um canhão naval leve e rápido, que oferece desempenho e flexibilidade incomparáveis ​​em qualquer função de defesa aérea e antissuperfície, particularmente na função de antimísseis .

A capacidade de engajamento muito eficaz de alvos em terra também é fornecida para desempenho multifuncional exclusivo.

O 76/62 SR é adequado para instalação em navios de qualquer tipo e classe, incluindo pequenas unidades navais.

Interface para uma grande variedade de Sistema de Gerenciamento de Combate e / ou FCS / EOS (Sistema Eletro-ótico) do navio é fornecida, de acordo com o padrão digital e analógico, incluindo arquitetura aberta.

A taxa de disparo pode ser selecionada de tiro único a 120 rds / min.”

O jornalista Gidugli ressalta que a venda dos Oto Melara 76 mm para o Brasil aumenta para 58 o número de nações que operam o canhão no mundo.

https://www.youtube.com/watch?v=TJpqNFkd9gI&t=99s

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *