AUTORIDADES SÍRIAS PRENDEM ESPIÃO BRITÂNICO DE INTELIGÊNCIA EM PALMYRA (VÍDEO)

As autoridades sírias anunciaram em 10 de junho que prenderam um espião da inteligência britânica na antiga cidade de Palmyra, no leste de Homs.

O espião foi identificado como Muhammad Hussein Saud, um limpador de ruas que trabalhou para o ISIS depois que capturou Palmyra em 2015. Durante seu tempo com o grupo terrorista, Saud coletou cadáveres de soldados e civis sírios e os jogou no deserto.

Depois de passar algum tempo com o ISIS, Saud fugiu de Palmyra para se refugiar na zona de 55 km ocupada pelos EUA em torno de al-Tanaf.

Em al-Tanaf, Saud se juntou a um grupo armado apoiado pelos britânicos por um tempo. Depois que Palmyra foi assegurado pelo Exército Árabe Sírio, ele tomou a decisão de retornar. Nesse momento, ele foi abordado pela inteligência britânica, que o pediu para trabalhar como espião de lá.

“Os britânicos aprenderam, através de corretores, e disseram: você trabalhará como espião. Nós iremos ajudá-lo. Vá para Palmyra, eles lhe darão dinheiro e telefones e fornecerão tudo o que você precisa. A tarefa é fotografar locais importantes para a inteligência síria e os exércitos russo e sírio lá. Eu tive que enviar essas fotos pela Internet ”, afirmou Saud.

A Arábia Saudita acrescentou que a inteligência britânica estava interessada em informações sobre a proteção de sites russos na Síria, para que posteriormente pudessem planejar ataques terroristas contra eles.

Segundo a RT, Saud fazia parte de uma célula de inteligência britânica liderada por um ex-guia turístico. Ainda não está claro se algum outro membro da célula foi preso.

As informações fornecidas por Saud indicam que a base de al-Tanaf está sendo usada pelos EUA e pelo Reino Unido para operações de inteligência direta. Vários combatentes apoiados pelos EUA, que desertaram da base no início deste ano, também revelaram informações sobre as ações hostis da base.

Fonte: SouthFront

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *