ENTRAM À VENDA SISTEMAS DE RADARES RUSSOS QUE PODEM DETECTAR MÍSSEIS HIPERSÔNICOS

Equipamento é o único no mundo capaz de interceptar alvos que voam a até 10.800 km/h no espaço.

O complexo industrial militar da Rússia anunciou o início das vendas internacionais dos mais modernos radares móveis 59Н6-ТЕ. Este é o único sistema de radares no mundo que pode detectar alvos hipersônicos.

“Esse sistema pode rastrear alvos voando a até 10.800 km/h, ou seja, mísseis hipersônicos ou mísseis balísticos intercontinentais”, disse uma fonte no complexo militar-industrial russo que não quis ser identificada.



Segundo a fonte, a Rússia é atualmente o único país no mundo que tem mísseis hipersônicos. Nos próximos 5 a 6 anos, porém, tecnologias semelhantes serão entregues às Forças Armadas dos Estados Unidos e da China.

“De acordo com nossos cálculos, os mísseis hipersônicos poderão voar no espaço próximo, a até 100 quilômetros de altura, logo mais. O 59Н6-ТЕ já pode detectar esses alvos”, disse a fonte.

Clientes potenciais


Clientes potenciais

“A Rússia está oferecendo uma tecnologia que nenhum outro país tem. Os norte-americanos não comprarão esses radares por razões políticas. Putin já propôs a Trump a venda de toda a tecnologia de mísseis hipersônicos, mas o presidente norte-americano se recusou, afirmando que seus engenheiros criarão os mísseis por conta própria. Mas os países do Oriente Médio, que representam o mercado de armas que mais cresce no mundo, estarão interessados nos radares russos”, disse Vadím Koziúlin, professor da Academia das Ciências Militares da Rússia.

Segundo ele, o preços dos sistemas 59Н6-ТЕ dependerão do comprador. “Por exemplo, o preço para membros da CEI (Comunidade dos Países Independentes) será diferente do preço para a China, Índia ou Turquia”, disse Koziúlin.

Segundo o especialista, os sistemas de radares 59Н6-ТЕ serão ligados aos novos sistemas de defesa antiaérea S-500 Prometei, que integrarão a defesa do todo o território da Rússia.

Fonte: Sputnik

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *