ADVOGADO QUE DEFENDEU MILICIANOS É NOMEADO PARA O MINISTÉRIO DA SAÚDE

Ninguém na pasta aponta quem teria feito a indicação. O advogado também já defendeu um PM envolvido na morte de uma juíza, [em Niterói] 2011

O advogado criminalista Zoser Hardman de Araújo, que já atuou defendendo milicianos no Rio de Janeiro, foi nomeado assessor especial do Ministério da Saúde. Ninguém, no entanto, sabe quem fez a indicação.

Como aponta a coluna Painel, da Folha de S.Paulo, Zoser não conta quem fez a nomeação; a assessoria do Ministério, o ministro interino Eduardo Pazuello, e o ex-ministro Nelson Teich também não respondem a respeito.

Zoser começou a atuar ainda quando Nelson Teich estava à frente da pasta. O cargo de assessor especial vinha sendo ocupado por bacharéis em Direito, o que também causa estranheza na nomeação do advogado.

No site do TSE, Zoser aparece filiado ao PRTB, partido do vice-presidente da República, Hamilton Mourão.

Além de atuar na defesa de um vereador preso por envolvimento com milícia, Zoser defendeu o ex-PM Daniel Benitez, apontado como um dos mentores do assassinato da juíza Patrícia Acioli, em 2011.

Fonte: Jornal de Brasília

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *