PRIMEIRO HELICÓPTERO UH-17 É TRANSFERIDO PARA O SETOR OPERATIVO DA MARINHA

A primeira aeronave UH-17 foi transferida para o Setor Operativo da Marinha do Brasil no dia 28 de fevereiro de 2020, em cerimônia presidida pelo Comandante de Operações Navais, acompanhado pelo Diretor-Geral do Material da Marinha, do Comandante-em-Chefe da Esquadra, do Diretor de Aeronáutica da Marinha e do Comandante da Força Aeronaval. O evento foi realizado no heliponto da Base Naval do Rio de Janeiro, com a presença de autoridades civis e militares.

As três aeronaves H-135T3 (UH-17) foram adquiridas, junto a Airbus Helicopters, com o objetivo principal de evitar uma lacuna nas operações aéreas embarcadas em proveito do Programa Antártico Brasileiro (PROANTAR), apoiando vários projetos científicos. O novo meio trará novas capacidades operacionais, dada a sua cabine ampla e de fácil acesso, pelas portas laterais e bagageiro traseiro, maior MTOW (Maximum Take-Off Weight – peso máximo de decolagem), maior capacidade de carga do gancho, novos e mais confiáveis equipamentos aviônicos com compatibilização NVG (Night Vision Goggles), entre outras melhorias. Ressalta-se que as aeronaves UH-17 trarão uma mudança na mentalidade de manutenção de aeronaves do 1° Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral, já que sua aquisição também foi contemplada com um Contrato de Suporte Logístico (CLS) com as empresas Helibras (fabricante da aeronave) e Safran (fabricante dos motores), fundamental para a manutenção de no mínimo 80% de disponibilidade para frota das aeronaves H-135T3, UH-17.


As aeronaves são dotadas de equipamentos de suporte a vida, na configuração de UTI móvel. Esta configuração é única nas aeronaves da Marinha do Brasil, o que trará mais uma capacidade para a Aviação Naval.

Fonte: Marinha do Brasil

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *