google.com, pub-9763613062442243, DIRECT, f08c47fec0942fa0

GHENOVA CONCLUIRÁ CONSTRUÇÃO DOS NAVIOS-PATRULHA “MANGARATIBA” E “MARACANÔ

GHENVOA assinou um contrato com a Marinha do Brasil pelo valor de R$6,4 milhões, com duração prevista de um ano e possibilidade de renovação por quatro anos adicionais.

O contrato é um acordo marco, espécie de contrato guarda-chuva, que abrange trabalhos de engenharia de detalhamento para construção, reparos e modernização dos meios navais da Marinha, e a demanda inicial deve ser a finalização dos navios patrulhas (NaPa) Maracanã e Mangaratiba, cuja construção estava interrompida até então. Na assinatura do contrato, que tomou lugar no Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro, estiveram presentes o Contra-Almirante Diretor do AMRJ e os Comandantes que participarão da gerência do contrato, bem como o Diretor Geral Corporativo da GHENOVA, Raul Arévalo, e o Country Manager da filial brasileira, Frederico Cupello.

GHENOVA tem uma ampla trajetória em projetos de embarcações militares, com uma alta capacidade para realizar todas as fases da concepção e engenharia de navios, tanto civis quanto militares de alta tecnologia.



Nossa companhia é líder no setor naval e offshore, tendo participado de importantes projetos do setor de defesa, como a fragata espanhola 105 Cristóbal Colón, um LHD (Landing Helicopter Dock) para a marinha australiana, Navio Juan Carlos I para a marinha espanhola, e diversos trabalhos para a Marinha colombiana.

Neste sentido, Frederico Cupello, Country Manager da GHENOVA no Brasil, explica que a assinatura deste contrato é uma oportunidade muito importante para a empresa, já que a expectativa é que a experiência seja muito positiva e permitirá novas contratações com a Marinha do Brasil.

GHENOVA é uma companhia internacional que conta com uma equipe formada por mais de 500 pessoas, e que oferece serviços de engenharia multidisciplinar e consultoria em uma grande variedade de setores, tanto no âmbito de defesa como civil: energias, indústria, infraestruturas, naval, offshore, aeronáutica e sistemas.

Atualmente, opera em mais de 25 países, e possui sedes em Sevilha, Porto de Santa Maria, Vigo, Ferrol, Madrid, Cartagena das Índias (Colômbia), Santa Cruz de la Sierra (Bolívia), Rio de Janeiro (Brasil) e Austrália.

Fonte: GHENOVA
11/02/2019

Facebook Comments


Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Close