AIRBUS COM 172 A BORDO PODERIA TER SIDO ABATIDO POR CAUSA DE ATAQUE ISRAELENSE À SÍRIA

O avião foi escoltado para fora da zona de perigo e auxiliado no pouso na base aérea de Hmeymim

MOSCOU, 7 de fevereiro / TASS /. Um Airbus-320 com 172 passageiros a bordo poderia ter sido alvejado por sistemas de defesa antimísseis da Síria por causa dos ataques aéreos de Israel nos subúrbios de Damasco em 6 de fevereiro, o avião foi escoltado para fora da zona de perigo e auxiliado no pouso na base aérea de Hmeymim, afirmou o porta-voz do Ministério da Defesa da Rússia, Igor Konashenkov, a repórteres na sexta-feira.

Durante o ataque de caças israelenses perto do aeroporto de Damasco, um avião de passageiros com 172 passageiros a bordo de Teerã para Damasco estava se preparando para pousar, disse Konashenkov. O avião de passageiros escapou por pouco “da zona letal do fogo de artilharia”, acrescentou.

Leia também:

RÚSSIA REVELA VERSÃO E QUANTIDADE DE S-300 ENTREGUES A SÍRIA

“Somente graças às ações rápidas dos despachantes no aeroporto de Damasco e ao trabalho efetivo do sistema automatizado de monitoramento do tráfego aéreo, o Airbus-320 foi escoltado para fora da zona de perigo e auxiliado no pouso com sucesso em um aeródromo da base aérea russa Hmeymim ,” ele adicionou.

“As operações aéreas militares do Estado-Maior de Israel usando jatos de passageiros para cobertura ou [para] bloqueio de retaliação por sistemas de mísseis sírios estão se tornando uma característica típica da Força Aérea Israelense”, observou ele.

Fonte: TASS

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *