LANÇADA AO MAR A FRAGATA ITALIANA FREMM “EMILIO BIANCHI”

Em 25 de janeiro, ocorreu a cerimônia de lançamento da décima fragata europeia multimissão no estaleiro Riva Trigoso, que leva o nome do chefe de Palombaro, Emilio Bianchi, uma medalha de ouro por valor militar da empresa de Alexandria Egito.

A madrinha do lançamento foi Elisabetta Bianchi, filha do herói que morreu em 2015, que comovida cortou a fita pelo auspicioso rompimento da garrafa na área do arco. Participaram da cerimônia o Ministro da Defesa, Honorável Lorenzo GUERINI, Chefe do Estado-Maior da Marinha, Almirante da Equipe Giuseppe CAVO DRAGONE.

Nave Bianchi – F 589, é a última unidade do programa de cooperação internacional ítalo-francesa da FREMM, criado para compensar a idade crescente da frota da Marinha. Este programa previa que a Itália adquirisse 10 fragatas multimissão, das quais 6 do tipo “Uso Geral” (caracterizadas por alta flexibilidade de uso operacional) e 4 do tipo anti-submarino (caracterizadas por maiores capacidades nesta forma específica de uso operacional).

Nave Bianchi, com 144 metros de comprimento e 6900 toneladas de deslocamento em plena carga, é a sexta FREMM na configuração de uso geral (GP). Nesta versão, as características mais relevantes dizem respeito ao calibre do canhão dianteiro 127/64 e à presença de um escorregador de popa necessário para o lançamento de botes rápidos para operações de forças especiais.

O FREMM, a vanguarda nacional da construção naval, representa a espinha dorsal da Marinha nas próximas décadas e é projetado para desempenhar uma multiplicidade de funções e atividades, não apenas distintamente militares, mas também para apoiar a comunidade.

Os novos e cada vez mais tecnológicos “navios cinzentos”, construídos de acordo com os conceitos de modularidade e sustentabilidade econômica e ambiental, requerem cuidadoso controle e verificação, na fase de implementação, do que foi estabelecido durante a fase de estudo e projeto. Esse cenário atesta o trabalho da Marinha por meio do Novo Centro de Montagem Naval de Construção (MARINALLES), que segue os processos de montagem e alinhamento das novas Unidades, realizadas em estaleiros privados. Uma pluralidade de atores está envolvida e várias atividades estão interconectadas.

A belonave Bianchi começará sua “vida operacional” em 2021, após mais um ano de preparação e preparação da tripulação, que será concluída na fábrica de Fincantieri del Muggiano em La Spezia .

Fonte: Marina Nationale

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.