IRÃ PODE SE RETIRAR DO TRATADO DE NÃO PROLIFERAÇÃO DE ARMAS NUCLEARES

TEERÃ (Tasnim) – A mesa presidencial do parlamento iraniano disse que recebeu uma moção para que o país se retire do Tratado de Não Proliferação (TNP) após a recente decisão dos países europeus em relação ao acordo nuclear de 2015.

Parlamento iraniano

Falando a Tasnim, Ahmad Amirabadi Farahani, um membro da mesa presidencial do parlamento, disse que a diretoria recebeu uma moção que, se aprovada, exigiria que o governo deixasse o TNP.

Ele acrescentou que outra moção sobre punir os países que cooperam com os EUA para aplicar suas sanções contra a República Islâmica também foi recebida.

No início deste mês, o ministro das Relações Exteriores do Irã, Mohammad Javad Zarif, disse que se a União Europeia continuar com conduta injustificável e se mover para enviar o caso nuclear do Irã ao Conselho de Segurança das Nações Unidas, Teerã teria a opção de deixar o TNP.

Isso ocorreu depois que os três signatários europeus do JCPOA (França, Grã-Bretanha e Alemanha) acionaram formalmente o mecanismo de disputa no acordo, acusando o Irã de violar o acordo.

Leia também:

SIPRI: ISRAEL TEM PERTO DE 100 OGIVAS NUCLEARES

Zarif explicou que o Irã foi o primeiro a acionar o mecanismo de disputa em 2018 enviando três cartas à União Europeia para notificá-los da insatisfação de Teerã com o não compromisso da Europa com o acordo. A República Islâmica, acrescentou, foi forçada a recorrer às contramedidas nucleares, pois os europeus continuavam violando o acordo.

Ele, no entanto, disse que as medidas de Teerã são reversíveis, desde que a Europa comece a cumprir suas obrigações de JCPOA.

“Mas se os europeus mantêm suas ações baseadas em jogos políticos, temos várias opções porque suas ações não têm legitimidade legal”, disse ele.

Zarif observou, no entanto, que antes de dar o passo final de retirada do TNP, o Irã tem outros passos a considerar.

Fonte: Tasnim

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *