F-16 ISRAELENSES FICAM SUBMERSOS EM INUNDAÇÃO PROVOCADA POR CHUVAS

A Força Aérea de Israel admitiu seu erro por não mover todos os caças de hangares subterrâneos antes das chuvas intensas na semana passada, causando o alagamento completo de F-16 que ficaram danificados.

De acordo com um oficial das Forças de Defesa de Israel (IAF), 50 milhões de litros de chuva caíram na Base Aérea de Hatzor, no sul, das 5h às 5h30 da última quinta-feira, inundando pistas de aeronaves e dois hangares subterrâneos.

Os níveis de água atingiram 1,5 metro dentro dos hangares, e vários mecânicos precisavam ser resgatados, informou o Canal 12.

“Às 5:00 da manhã de quinta-feira, a base estava seca, mas em meia hora a base foi inundada com 50 milhões de litros de água”, disse o oficial. “A água estava fazendo com que até paredes de concreto desmoronassem.”

Oito caças F-16 Sufa foram danificados pela chuva – cinco deles com danos menores e três com danos significativos, disse ele.

“Erramos ao não evacuar esses hangares”, disse ele. “Foi um erro, e vamos investigar o incidente e aprender lições para garantir que isso não aconteça novamente.”

A base e o esquadrão retornaram às operações no domingo, informou a IAF. Espera-se que todos os aviões danificados sejam reparados e retornem ao serviço operacional na próxima semana.

Apesar de danificar os aviões, as inundações “não prejudicaram a capacidade operacional da força aérea”, disse o oficial.

Embora o dano causado à aeronave tenha sido inicialmente estimado em dezenas de milhões de shekels, ele disse que era menor que isso.

Israel foi atingido por duas tempestades severas e mortais de inverno na semana passada, que causaram grandes inundações em todo o país. Pelo menos seis pessoas morreram, incluindo um jovem casal que se afogou em um elevador que havia entrado em curto-circuito em Tel Aviv. Vários outros perderam a vida quando seus carros foram arrastados pelas águas das tempestades no norte e no sul.

O hangar está localizado próximo a dois riachos e as fortes chuvas do fim de semana passado fizeram com que transbordassem. Embora a base tenha sido inundada duas vezes antes, em 2013 e 2015, o policial disse que a chuva “inundou a base como nunca experimentamos no passado”.

A IAF se preparou para a tempestade em bases em todo o país, priorizando a vida humana, bem como equipamentos, aeronaves e infraestrutura operacional, disse ele.

Depois de vários dias tentando censurar as notícias, a IAF reconheceu na noite de domingo que vários dos aviões haviam sido danificados. Duas fotografias não confirmadas da cena mostraram um avião de caça F-16 em um hangar inundado.

Fonte: The Jerusalem Post

Por Anna Ahronheim

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.