CHINA INCORPORA O SEU MAIS PODEROSO E SOFISTICADO NAVIO DE GUERRA, O DESTRÓIER “NANCHANG”

A China incorporou no domingo, dia 12, o primeiro destróier Type 055 a “Nanchang” (indicativo visual 101) a sua frota. Com um deslocamento 10.000 toneladas e 13.000 carregado, 180 metros de comprimento e 20 metros de boca, o navio é a maior escolta já desenvolvida e fabricada pela indústria de defesa da China.

Cerimônia de comissionamento.

Esse tamanho permitiu aos projetistas chineses acomodarem o incrível número de 112 células de mísseis de lançamento vertical (VLS), que permitirão lançar mísseis superfície-ar HHQ-9 e mísseis YJ-18 e CJ-10.

Segundo o National Interest, o míssil YJ-18 tem um alcance de cerca de 482,78 km (300 milhas) e o O CJ-10, uma cópia do Kh-55 da Rússia, supostamente pode atingir alvos a até (1.287 km) 800 milhas.

O destróier “Nanchang” (A US Navy o classifica como cruzador) terá como missão principal escoltar os porta-aviões atuais e futuros da Marinha do Exército de Libertação da China. Atualmente, os chineses dispõe de dois, mas até 2025 pretendem operar sete.

A China planeja inicialmente, obter um total oito navios dessa classe, sendo que cinco deles já bateram quilha e estão em diferentes etapas de construção nos estaleiros chineses. Lembrado que, no momento, não existem no mundo estaleiros que construam em um período tão pequeno de tempo, navios de guerra tão sofisticados e complexos quanto os chineses.

Por Graan Barros

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *