google.com, pub-9763613062442243, DIRECT, f08c47fec0942fa0

PELA SEGUNDA VEZ, CAÇAS RUSSOS INTERCEPTAM CAÇAS ISRAELENSES SOB OS CÉUS DA SÍRIA

  • Su-35

Segundo o site Avia.Pro e depois replicado pelo Al-Masdar e pela imprensa israelense, caças russos Sukhoi-35 teriam interceptado caças israelenses (possivelmente F-16) ao sul da Síria, que invadiram o espaço aéreo do país persa para lançar um ataque provavelmente a base aérea T4. A base síria é conhecida por ser compartilhada com forças iranianas que operam veículos aéreos não-tripulados a partir de lá.

O alvo dessas surtidas frustradas seria um novíssimo sistema antiaérea de médio alcance ainda não instalado que foi projetado pelos iranianos, o Bavar-373. O sistema possui desempenho semelhante ao S-300 da Rússia e tem alcance de 300 km, além de rastrear 300 alvos e engajar 6 simultaneamente.

Sistema Bavar-373

Não é a primeira vez que chegam notícias de que caças russos tenham atrapalhado os planos de bombardear alvos dentro da Síria que Israel considera hostis. No final de novembro, outro incidente ocorreu também frustrando um ataque, que, entretanto, foi consumado posteriormente. Agora, entretanto, as aeronaves russos decolaram de Khmeimin para interceptar os caças israelenses.



Apesar dos incidentes atuais, a Rússia e Israel acertaram no início da intervenção russa na Síria, um conjunto de protocolos para evitar possíveis mal-entendidos em encontros de aeronaves durante o conflito no país árabe. Os israelenses deixaram de engajar aeronaves russas que invadiram o seu espaço, pois sabiam que elas poderiam estar se evadindo de algum Manpad operado por terroristas sírios.

Curiosamente, esses incidentes dessa semana e o anterior ocorrem no mesmo momento em que o presidente russo Vladimir Putin anunciou que não interferiria no conflito entre Israel e o Irã. Putin também afirmou que não acredita que os dois países se confrontarão em uma guerra direta a curto prazo. As duas potências regionais utilizam o território sírio para se enfrentar.

F-16 israelense

Por Graan Barros

Facebook Comments


Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Close