MIANMAR PODE ADQUIRIR O SU-57

  • Dois SU-57 Ramil Sitdikov

O portal Military Watch escreveu sobre a possibilidade de Mianmar se tornar o novo e inesperado comprador de caças russos Su-57 de quinta geração do Sudeste Asiático.

De acordo com o portal, a Rússia teve um “aumento drástico” nas encomendas de caças Su-57 de quinta geração ao longo de 2019.

“Planejando lançar mais de 70 caças até 2025 e abrindo linhas para produção em massa em julho de 2019, Moscou também procurou ativamente obter pedidos de exportação de caças Su-57 para ajudar a subsidiar os custos da produção em larga escala”, diz-se na publicação.



O Military Watch ainda escreveu que, graças às características únicas do Su-57, que permitem operar eficazmente tanto como avião de combate como para fins marítimos, a Argélia, o Vietnã, a Índia, a China e a Turquia mostraram um grande interesse pela aeronave.

Mas não só os países citados acima estariam na lista dos potentes compradores do novíssimo caça russo. Segundo mídia, Mianmar seria outro possível comprador dos caças russos.

Vale destacar que a venda de caças Su-57 a Mianmar seria impulsionada pelos laços de defesa, que estão ganhando força entre Rússia e Mianmar. Além do mais, o embaixador de Mianmar na Rússia, Ko Ko Shein, teria mostrado interesse nos novíssimos caças recentemente.

Aviões russos

Uma parte da aviação de Mianmar consiste em caças leves russos MiG-29. Mas o programa de modernização da Força Aérea mianmarense prevê o surgimento de caças pesados.

Em 2018, Mianmar encomendou seis Su-30SM da Rússia e teria encomendado mais. Para se posicionar na região com aviões de combate à altura, Mianmar poderia optar pela compra do Su-57, que é considerado o avião de combate mais promissor atualmente.

Fonte: Sputnik News

Facebook Comments


Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Close