GYROPLANE CHINÊS LIEYING FOI DESENVOLVIDO PARA MISSÕES FURTIVAS

  • Lieying no desfile para comemorar o 70º aniversário da fundação da República Popular da China em Pequim, em 1º de outubro.

Um giroplano, que estreou no desfile do Dia Nacional em 1º de outubro, foi desenvolvido por uma empresa privada, o que indica o sucesso da integração civil-militar da China.

O helicóptero de aparência estranha Lieying, ou Falcon, já foi entregue ao exército chinês e paraquedistas da força aérea.

O Lieying foi desenvolvido pela Shaanxi Bao He Defense Technology, uma empresa também conhecida como Shaanxi Baoji Special Vehicle Manufacturing. Ele pode transportar dois comandos, equipamentos e armas de reconhecimento e comunicação, de acordo com um relatório da Ordnance Industry Science Technology, um periódico baseado em Xi’an focado na indústria de defesa nacional.



Ele tem um alcance de 690 quilômetros, um teto de 5.300 metros, um peso de decolagem de 560 kg e pode operar em temperaturas tão baixas quanto 36° C, disse a revista, observando que essas especificações quebraram recordes estabelecidos por produtos estrangeiros comparáveis.

A aeronave é ágil, possui excelente desempenho em baixas altitudes e velocidades, permitindo entregar tropas em locais hostis ou realizar missões de reconhecimento furtivo, informou a revista, observando que o avião é pequeno e difícil de detectar por radar. 

Ao se aproximar de um alvo, ele pode desligar o motor e deslizar até o inimigo.

As forças armadas chinesas disseram que queriam desenvolver um avião de ataque aéreo em agosto de 2014, com Shaanxi Bao He Defense Technology sendo o desenvolvedor, segundo a revista, citou o presidente da empresa, Wang Baohe.

A fase de desenvolvimento foi concluída em janeiro, e a empresa produziu aeroplanos para os paraquedistas do exército e da força aérea, disse Wang, observando que participar do desfile do Dia Nacional é uma indicação de seu papel significativo nas forças especiais das forças armadas chinesas.

O Lieying foi a única arma do desfile desenvolvida por uma empresa privada, informou a Ordnance Industry Science Technology.

Fonte: Global Times

Facebook Comments


Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Close