SIMULAÇÃO EM 3 D DA IMPLOSÃO DO SUBMARINO ARA SAN JUAN

  • Submarino Ara San Juan - acidente
  • Destroços-do-ARA-San-Juan-3-640x361
  • Imagem-mostra-hélice-e-parte-do-eixo-propulsor-do-submarino-ARA-San-Juan-encontrado-no-fundo-do-Oceano-Atlântico-—-Foto-Marinha-Argentina-1024x772
  • Imagem-mostra-proa-e-tubos-de-torpedo-do-submarino-argentino-ARA-San-Juan-—-Foto-Marinha-Argentina

O vídeo mostra uma simulação estrutural dos últimos momentos do submarino Argentino.

A simulação utiliza um novo código de programa para simulação de arraste e pressão da água para reproduzir a dinâmica que agiu no casco de pressão. Parâmetros físicos como escala, massa, pressão, densidade da água são simulados com precisão.

A estrutura em si, no entanto, era tão complexa que foi discretizada de maneira mais grosseira para manter os tempos de simulação práticos. Enquanto volumes e áreas de conexão dos elementos individuais ainda são calculados com precisão a partir da geometria, unir elementos estruturais como esse só pode ser visto como uma aproximação do mundo real e, portanto, são esperados desvios. Leve isso com um grão de sal marinho.



O vídeo foi realizado por Kai Kostack, um especializado em física de destruição nascido em Berlim.

Fonte:http://kaikostack.com/

O submarino Ara San Juan, segundo informações da Armada Argentina, implodiu no fundo do Oceano Atlântico, em 15 de novembro de 2017, matando todos os 44 tripulantes a bordo.

Depois da descoberta do local do afundamento, foram liberadas pelo “Ministerio de Defensa” diversas imagens que mostram o casco deformado pela altíssima pressão e partes que se separaram do submarino, como o eixo com os hélices.

Facebook Comments


Compartilhe
Close