CAÇA STEALTH CHINÊS FC-31 APARECE COM ATUALIZAÇÕS NO PARIS AIR SHOW

  • FC-31

O caça furtivo de quinta geração da China, FC-31, exibiu suas últimas atualizações no Paris Air Show, e analistas observaram na quarta-feira que o modelo exibido mostra mudanças notáveis ​​no design que poderiam melhorar significativamente suas capacidades. 

Um modelo em escala do FC-31 está sendo exibido pela estatal Aviation Industry Corporation da China (AVIC) no estande da empresa no 53º Paris Air Show, que está programado para ocorrer de segunda a domingo. 

Observadores militares chineses e meios de comunicação disseram que o modelo em exibição parece ter sofrido muitas mudanças em comparação com os projetos anteriores da aeronave. 



A área atrás do cockpit e as áreas onde os dois motores estão alojados agora são mais volumosos, informou Weihutang, uma coluna militar afiliada à Televisão Central da China, na quarta-feira.

O projeto aerodinâmico otimizado reduz ainda mais a resistência ao vento, segundo o relatório. 

Wang Ya’nan, editor-chefe da revista Aerospace Knowledge, disse ao Global Times na quarta-feira que essas mudanças podem significar que a aeronave está mais ágil e capaz de transportar mais combustível, o que lhe dará um alcance operacional maior. 

Ele também pode levar dispositivos eletrônicos adicionais para comunicação ou links de satélite, disse Wang. 

O FC-31 atualizado pode até apresentar um par de novos motores, informou a Ordnance Industry Science Technology, um periódico baseado em Xi’an sobre a indústria de defesa nacional.

Os bicos dos motores do modelo FC-31 exibido em Paris são muito diferentes em estrutura e formato do que os usados​​anteriormente, disse o jornal, observando que isso significa que o avião de guerra se tornará mais competitivo no mercado internacional, dando-lhe uma melhor chance de se juntar ao Exército Popular de Libertação se ele conseguir novos e mais poderosos motores. 

Wang disse que o avião de guerra continuará aumentando suas capacidades. 

Para os países que querem comprar um avião de combate avançado, o FC-31 é semelhante ao F-35, mas muito mais barato, e a China não atribui condições políticas à venda de armas como os EUA, disse Wang.

Fonte: Global Times

Facebook Comments


Compartilhe
Close