RÚSSIA, FRANÇA E ALEMANHA EMITEM DECLARAÇÃO CONJUNTA EM APOIO AO ACORDO NUCLEAR COM O IRÃ

  • Macron, Mrkel e Putin - Apoio ao JCPO

TEERÃ (Tasnim) – Em um comunicado conjunto, Rússia, França e Alemanha expressaram seu apoio ao acordo nuclear de 2015 entre Teerã e potências mundiais, dizendo que o acordo desempenha um papel fundamental na manutenção da segurança global.

“Durante a discussão da situação em torno do Plano de Ação Integral Conjunto (JCPOA) sobre o programa nuclear iraniano, a importância de preservar este acordo, que é um fator chave na manutenção da estabilidade e segurança internacionais, foi notada. A Rússia, a França e a Alemanha reafirmaram seu compromisso de promover uma cooperação mutuamente benéfica com o Irã no comércio e na economia “, disse o Kremlin em um comunicado.

O anúncio aconteceu depois que o presidente russo, Vladimir Putin, a chanceler alemã, Angela Merkel, e o presidente da França, Emmanuel Macron, conversaram por telefone na terça-feira.



O gabinete de Merkel também confirmou que o trio “sublinhou a necessidade de persuadir o Irã a permanecer no acordo nuclear, que eles concordaram em manter”.

Em 16 de maio, o Irã começou a implementar sua decisão de deixar de honrar certos compromissos sob o acordo devido ao fracasso dos outros partidos [Estados Unidos] em honrar o deles.

A decisão do Irã veio depois que o governo dos EUA renovou cinco das sete sanções que permitem que a Rússia e as nações europeias conduzam uma cooperação nuclear com o Irã, mas revogou as outras duas como parte de sua campanha de pressão contra Teerã.

Washington também parou de emitir derrogações para comprar petróleo bruto iraniano em 2 de maio.

A União Europeia prometeu contrariar as renovadas sanções do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ao Irã, inclusive por meio de uma nova lei para proteger as empresas europeias de medidas punitivas, mas até agora não fez nada além de fazer declarações.

Fonte: Tasnim

Facebook Comments


Compartilhe
Close