NAVIO DE APOIO OCEÂNICO “IGUATEMI” RESGATA EMBARCAÇÃO QUE ESTAVA À DERIVA COM SETE TRIPULANTES

  • Tripulação-resgatada-recebe-atendimento-clínico-de-médico-da-Marinha
  • Militares da Marinha durante primeiro contato com tripulação de embarcação que estava à deriva
  • Tripulação-resgatada-recebe-atendimento-clínico-de-médico-da-Marinha-1

O Navio de Apoio Oceânico “Iguatemi”, subordinado ao Comando de Grupamento de Patrulha Naval do Norte, resgatou, na madrugada do dia 15 de maio, sete tripulantes que estavam na embarcação “Salmo XII M”, desaparecida desde o dia 2 de maio. Ela saiu, em abril, de Camocim-CE para realizar atividade de pesca e ficou à deriva por quase 20 dias. 

O Salvamar Norte, sob jurisdição do Comando do 4º Distrito Naval (Com4ºDN), iniciou o processo de buscas, empregando os seguintes meios: os Navios Patrulha (NPa) “Guarujá” e “Bocaina” e o Navio de Apoio Oceânico “Iguatemi”. Foram 13 dias de operação, tendo como área de busca 50 mil milhas náuticas quadradas, tamanho do estado do Amapá. A embarcação foi encontrada a 185 quilômetros da cidade de Bragança-PA. 

No esforço para localizar a embarcação e os tripulantes, a Força Aérea Brasileira disponibilizou uma aeronave P-3 AM Orion, que reforçou as ações realizadas no mar, sobrevoando cerca de 33 horas pela área. As Capitanias dos Portos do Piauí e Maranhão, subordinadas ao Com4ºDN, e a Agência da Capitania dos Portos em Camocim, subordinada ao Comando do 3° Distrito Naval, também apoiaram, contatando navegantes e comunidade marítima da região, a fim de ampliar a divulgação sobre o desaparecimento e alertar a todos para que pudessem apoiar as buscas. Os radioamadores também se mobilizaram, contribuindo para a procura e a disseminação de informações. 




Tripulação resgatada recebe atendimento clínico de médico da Marinha

Fonte: MB

Facebook Comments


Compartilhe
Close