COMANDO DA FORÇA DE FUZILEIROS DA ESQUADRA REALIZA INSPEÇÃO OPERATIVA

  • Durante-a-verificação-inicial-o-presidente-da-comissão-de-avaliação-transmitiu-instruções-para-os-militares-do-Batalhão-Riachuelo

Em 2019, serão realizadas inspeções operativas em algumas organizações militares subordinadas ao Comando da Força de Fuzileiros da Esquadra (ComFFE). O propósito será avaliar as capacidades operativas das unidades, as condições materiais e o nível de adestramento das tripulações, no intuito de checar se os parâmetros de aprestamento estabelecidos pelo Comando da Força estão sendo alcançados. Foi constituída uma Comissão de Inspeção e Assessoria de Adestramento (CIAsA), presidida pelo Comandante do Centro de Avaliação da Ilha da Marambaia, e composta por especialistas nos diversos assuntos operativos.

 A sistemática de avaliações, inspirada nas inspeções operativas realizadas pela Esquadra, vem sendo estudada desde 2017. Em 2018, foi realizada uma inspeção operativa experimental no Segundo Batalhão de Infantaria de Fuzileiros Navais (Batalhão Humaitá), com o apoio do Comando do Desenvolvimento Doutrinário do Corpo de Fuzileiros Navais. A avaliação experimental ocorreu em Itaóca, no Espírito Santo, durante o exercício “SUBEX-INF”. Em 2019, a organização militar escolhida para receber a primeira inspeção operativa foi o Primeiro Batalhão de Infantaria de Fuzileiros Navais (Batalhão Riachuelo). Uma verificação inicial foi realizada em 12 de abril, na sede do batalhão, na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro-RJ. Na ocasião, os militares passaram por inspeções individuais e coletivas. Na fase individual, ocorreram testes nas habilidades de tiro, orientação/navegação terrestre, natação utilitária e em uma prova teórica de conhecimentos básicos e específicos de combate. Na fase coletiva, foram avaliadas a composição, habilitação, a prontificação do material, além dos conhecimentos doutrinários das equipes. Durante os exercícios práticos do ADEST EQ-FFE 2019, entre os dias 25 de abril e 3 de maio, os militares do Riachuelo passaram pela segunda fase de avaliações da CIAsA. Na ocasião, foi avaliado o desempenho das equipes no terreno, por meio dos adestramentos de fogo e movimento com munição real, marchas para o combate, operações com helicóptero e carros blindados, dentre outros exercícios. 

3 BLINDADO (12)

Militares do Batalhão Riachuelo realizam adestramento com blindadosdurante o ADEST EQ 2019

Fonte: MB



09/05/2019

Facebook Comments


Compartilhe
Close