MAIS NOVO SISTEMA DE DEFESA ANTIAÉREA S-500 ‘PROMETEY’ PODE DESTRUIR MÍSSEIS NA ÓRBITA DA TERRA

  • S-500 Prometey

Equipamento será entregue às Forças Armadas russas em 15 anos.

Em meados da década de 2020, os céus da Rússia serão protegidos por um novo sistema de defesa antiaérea: o S-500 ‘Prometey’. O sistema móvel com mísseis hipersônicos foi feito pelo consórcio Almaz-Antei, que manteve todas as caraterísticas técnicas do S-500 e desenvolve o equipamento em segredo.

Segundo especialistas militares, o novo sistema de defesa antiaérea será o primeiro do mundo capaz de abater alvos na órbita próxima da Terra, ou seja, a mais de 100 quilômetros de altura.



O S-500 “Prometey” será equipado com o novo míssil guiado de alcance ultralongo 40N6, que foi desenvolvido especialmente para o equipamento.

Sua principal característica é o novo sistema de orientação que permite identificar, interceptar e destruir alvos no espaço automaticamente. Assim, o míssil poderá abater os alvos mesmo sem contato com o solo.

O 40N6 poderá voar a velocidades hipersônicas até Mach 9 (10.800 km/h).

Os sistemas S-500, porém, continuarão a ser complementados pelos complexos de radares adaptados para executar tarefas específicas, como, por exemplo, a busca de aviões de guerra, helicópteros, mísseis de cruzeiro a altitudes baixas, mísseis balísticos e alvos no espaço próximo.

Uma das principais diferenças entre o S-500 e seus análogos estrangeiros é a capacidade de rastrear e destruir em todas as direções. Seu concorrente mais próximo, o sistema MIM-104 Patriot dos Estados Unidos, por exemplo, pode “observar” apenas em uma direção predeterminada em um ângulo de 180 graus.

Fonte: Russia Beyond

Igor Rozin

Facebook Comments


Compartilhe
Close