google.com, pub-9763613062442243, DIRECT, f08c47fec0942fa0

CHINA DESENVOLVE RADAR ANTI-STEALTH

  • Foto meramente ilustrativa. Autor Xu Hangchuan

Empresas de armas chinesas recentemente fizeram vários sistemas de radar de radiação terahertz com uma tecnologia vista pelos especialistas como uma eficiente ferramenta de reconhecimento ar-terra e um potencial contra-ataque a aeronaves furtivas. 

Um protótipo de radar de radiação terahertz foi desenvolvido com sucesso por uma equipe da China Electronics Technology Corporation (CETC) liderada pelo cientista Li Yuanji, e um protótipo de segunda geração já está em desenvolvimento, informou a China Central Television (CCTV) no domingo. pelo CETC. 

O desenvolvimento do radar de radiação terahertz é um desafio global, de acordo com a declaração da CETC.



O relatório da CCTV disse que a radiação terahertz tem comprimentos de onda entre os raios infravermelhos e as microondas, um amplo espectro que tornaria as atuais tecnologias furtivas obsoletas, tornando o radar capaz de detectar aeronaves furtivas. 

Aeronaves furtivas geralmente usam materiais compostos e revestimentos de absorção de ondas de radar, de modo que os radares normais não conseguem detectá-los com eficiência, disse Wei Dongxu, analista militar de Pequim, ao Global Times na segunda-feira. 

Terahertz radiação, por outro lado, poderia penetrar nesses materiais e expor partes metálicas dentro da aeronave, Wei disse. 

Ele também observou que um radar de radiação terahertz também poderia traçar claramente o contorno de um objeto, tornando possível até mesmo dizer que tipo de objeto ele é.

Especialistas disseram que a radiação terahertz decai muito rápido no ar, o que significa que o alcance efetivo do radar é provavelmente baixo e não é suficiente para detectar um caça a jato avançado a tempo de lançar ataques além do alcance visual. 

Embora o aspecto anti-furtivo da tecnologia ainda precise de tempo para ser resolvido, a tecnologia pode ser usada para reconhecimento ar-terra com grande eficiência, observou Wei. 

A Corporação Aeroespacial de Ciência e Indústria (CASIC) desenvolveu com sucesso o primeiro radar de abertura sintética de radiação terahertz da China, informou em dezembro de 2018 o jornal Science and Technology Daily, de Pequim.

O radar CASIC usa radiação terahertz para ver através de ambientes complicados como fumaça, poluição e luzes fracas, e pode detectar eficientemente alvos de infantaria terrestre em camuflagem e disfarce, disse o jornal, observando que tem uma capacidade de penetração mais forte do que os dispositivos de visão infravermelha. 

Quando colocado em uma aeronave ou em um drone, o radar permitiria que os operadores vissem com clareza as situações do campo de batalha e fizessem ataques precisos contra alvos que seriam difíceis de detectar, disse Wei. 

Os alvos não terão onde se esconder, disse o jornal.

Fonte: Global Times

Por Liu Xuanzun

Facebook Comments


Compartilhe
Close