FORÇA DE FUZILEIROS DA ESQUADRA COMPLETA 62 ANOS

  • Cerimônia Militar de Aniversário da FFE, em Duque de Caxias
Em 7 de fevereiro, foi comemorado o aniversário da Força de Fuzileiros da Esquadra (FFE), em cerimônia presidida pelo Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Ilques Barbosa Junior, no prédio do Comando da Força, em Duque de Caxias-RJ. Durante a solenidade, a Força realizou a premiação de militares que vêm se destacando em suas carreiras, homenageando oficiais e praças que possuem mais dias de manobra e exercício, tempo de tropa, horas de mergulho e maior número de saltos.
A criação da Força de Fuzileiros da Esquadra, em 6 de fevereiro de 1957, representou uma importante evolução no Corpo de Fuzileiros Navais, uma vez que possibilitou a realização da projeção de poder sobre terra por meio de operações anfíbias, o que inseriu a Marinha brasileira no seleto rol das forças navais que possuem tal capacidade. Ao longo de seus 62 anos, contínuos aperfeiçoamentos dotaram a FFE de variados meios e sistemas de combate, operados por uma tropa profissional e adestrada, pronta para qualquer missão designada pela Marinha do Brasil, podendo ser empregada em múltiplas atividades.
Em uma breve retrospectiva, a Ordem do Dia do Comandante da FFE destacou a participação da Força em diferentes atividades, dentre elas, as operações de paz sob a égide de organismos internacionais, desde a Força Armada Interamericana Brasileira (FAIBRÁS), na República Dominicana, nos anos de 1965 e 1966, até a Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (MINUSTAH), entre os anos de 2004 a 2018.
A Força também se fez presente em operações humanitárias, em apoio às vítimas de desastres naturais, como o terremoto e o tsunami ocorridos em 2010 no Chile, bem como nas enchentes na Região Serrana do Estado do Rio de Janeiro em 2011. Em janeiro de 2019, um Grupamento Operativo de Fuzileiros Navais foi rapidamente mobilizado, ficando em condições participar da resposta ao desastre ocorrido em Brumadinho-MG.
No segmento das operações de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), a Força de Fuzileiros da Esquadra se fez presente em praticamente todas, desde as mais tradicionais, em cenários de graves crises de segurança pública, até aquelas idealizadas para a realização de grandes eventos no País, desde a Eco-92, até os Jogos Olímpicos Rio-2016. O ano de 2018 foi um dos mais intensos da história da Força neste tipo de atividade, contabilizando 61 Operações de GLO com a participação dos fuzileiros navais, que contribuíram para a melhoria das condições de segurança pública no estado do Rio de Janeiro.
Estiveram presentes na cerimônia de aniversário o ex-Ministro da Marinha, Almirante de Esquadra Mauro Cesar Rodrigues Pereira, o antigo Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Eduardo Bacellar Leal Ferreira, o Comandante de Operações Navais, Almirante de Esquadra Paulo Cezar de Quadros Küster, o Comandante-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais, Almirante de Esquadra Alexandre José Barreto de Mattos, o Comandante em Chefe da Esquadra, Almirante de Esquadra Alipio Jorge Rodrigues da Silva, antigos Comandantes de Operações Navais, Comandantes e Chefes do Estado-Maior da FFE, além de outras autoridades militares e civis, e membros da Associação do corpo de Fuzileiros Navais.
Fonte: Marinha do Brasil
Facebook Comments


Compartilhe
Close