MARINHA DOS EUA COMISSIONA O DESTROYER USS MICHEL MONSOOR (DDG 1001)

180201-N-N2201-001 Bath, Maine (Feb. 1, 2018) The Navy's next generation destroyer, the future USS Michael Monsoor (DDG 1001), successfully completed acceptance. The U.S. Navy's Board of Inspection and Survey reviewed the ship and its crew during a series of demonstrations both pier side and underway, evaluating the ship's construction and compliance with Navy specifications. (U.S. Navy photo courtesy of Bath Iron Works/Released)

WASHINGTON (NNS) – A Marinha comissionará seu mais novo destroyer, USS Michael Monsoor (DDG 1001), sábado, 26 de janeiro, durante uma cerimônia às 10 da manhã (horário local) na Naval Air Station North Island, em San Diego, Califórnia.

O segundo navio da classe Zumwalt de destróieres, DDG-1001 é nomeado em homenagem ao Navy SEAL Michael A. Monsoor, que foi postumamente premiado com a Medalha de Honra por suas ações heróicas em Ramadi Iraque, 29 de setembro de 2006.

Scott Peters, representante dos EUA do 52º Distrito da Califórnia, será o orador da cerimônia de comissionamento. Sally Monsoor, mãe do suboficial Monsoor, servirá como madrinha do navio. A cerimônia será destacada por uma tradição da Marinha honrada quando a Sra. Monsoor dá a primeira ordem para “manejar nosso navio e trazê-lo para a vida!”

O USS Michael Monsoor é um dos ativos de combate mais capazes que nossa nação tem a oferecer”, disse o secretário da Marinha Richard V. Spencer. “Este navio fornecerá presença independente e prevenção durante décadas e estou confiante de que a tripulação operará este navio com o nível de conhecimento, coragem e força necessários para superar qualquer desafio.”

O futuro USS Michael Monsoor inclui novas tecnologias e servirá como uma plataforma multi-missão capaz de operar como parte integrante das forças navais, conjuntas ou combinadas marítimas. A classe Zumwalt possui uma cabine de pilotagem consideravelmente maior e capacidade para duas aeronaves MH-60R e três VTUAVs para executar uma ampla gama de missões de superfície, aviação e submarinas que fornecem mais força de trabalho, poder de fogo e capacidade de computação para a batalha. O futuro Sistema de Lançamento Vertical (VLS) da USS Michael Monsoor apresenta células fisicamente maiores que as células semelhantes nos navios de hoje, permitindo que esta classe dispare mísseis terrestres e anti-navio maiores e mais avançados no futuro.

181109-N-LM768-1263
BATH, Maine (Nov. 9, 2018) The future guided-missile destroyer USS Michael Monsoor (DDG 1001) departs the Bath Iron Works shipyard. Michael Monsoor is en route to Coronado, Calif., where it will be commissioned on Jan. 26, 2019. Following commissioning, Michael Monsoor will begin combat systems activation, testing and trials. Michael Monsoor is the second of three ships in the Zumwalt class of destroyers. (U.S. Navy photo/Released)

Fonte: US Navy

Você pode gostar...