CHEFE DAS OPERAÇÕES NAVAIS DOS EUA VISITA A CHINA

190115-N-ES994-0035 BEIJING (Jan. 15, 2019) Chief of Naval Operations (CNO) Adm. John Richardson meets with Chief of Staff of the Joint Staff Department under China’s Central Military Commission (CMC) Gen. Li Zuocheng and other senior Chinese defense officials in Beijing. Richardson is on a three-day visit to Beijing and Nanjing to continue the ongoing dialog between the two militaries and encourage professional interactions at sea, specifically addressing risk reduction and operational safety measures to prevent unwanted and unnecessary escalation. (U.S. Navy Photo by Chief Mass Communication Specialist Elliott Fabrizio/Released)

NANJING, China (NNS) – O Chefe de Operações Navais (CNO), Almirante John Richardson, visitou a China e se reuniu com autoridades de defesa chinesas de 13 a 16 de janeiro para discutir interações profissionais no mar, abordando especificamente medidas de redução de riscos e segurança operacional. .

Richardson visitou o Colégio de Comando do Exército de Libertação do Povo (PLA (N)) para uma mesa-redonda, onde a CNO ressaltou a importância de operações legais e seguras em todo o mundo. Ele também reiterou que as forças dos EUA continuarão a operar onde quer que a lei internacional permita – um ponto enfatizado por autoridades dos EUA durante recentes visitas à Ásia.

A Marinha dos EUA continuará a conduzir operações de rotina e legais em todo o mundo, a fim de proteger os direitos, liberdades e usos legais do mar e do espaço aéreo garantidos a todos”, disse Richardson. “Isso não vai mudar. Melhorar a prosperidade de todos é o resultado direto de um domínio marítimo seguro e ordenado”.

Richardson começou a visita em Pequim, onde se encontrou com o Comandante Vice-almirante do ELP, Shen Jinlong; os dois chefes de marinha tiveram conversas francas e substanciais sobre a importância de operar com segurança, de acordo com o direito internacional. Eles também discutiram oportunidades futuras para as duas marinhas se engajarem.

Estratégia Global

No Twitter: https://twitter.com/estrategia161?lang=pt-br

No Instagram: https://www.instagram.com/graanbarros/

No YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCdECUAEQYpLZ06P2_4cOTUA

 

É importante que todas as embarcações e aeronaves militares, policiais e civis, incluindo as da Marinha PLA, da Guarda Costeira Chinesa e da Milícia Marítima das Forças Armadas Populares, operem de maneira segura e profissional, de acordo com o direito internacional. “, disse Richardson. “Operações e comportamento consistentes são cruciais para evitar erros de cálculo.”

Esta é a segunda visita de Richardson à China como chefe de operações navais.

Os dois almirantes reuniram-se anteriormente no International Seapower Symposium, organizado por Richardson em Newport, RI, e realizaram três discussões por videoconferência.

BEIJING (Jan. 15, 2019) Chief of Naval Operations (CNO) Adm. John Richardson meets with Chief of Staff of the Joint Staff Department under China’s Central Military Commission (CMC) Gen. Li Zuocheng and other senior Chinese defense officials in Beijing. Richardson is on a three-day visit to Beijing and Nanjing to continue the ongoing dialog between the two militaries and encourage professional interactions at sea, specifically addressing risk reduction and operational safety measures to prevent unwanted and unnecessary escalation. (U.S. Navy Photo by Chief Mass Communication Specialist Elliott Fabrizio/Released)

Titulo original: CON visita a China e ressalta a importância da interação profissional no mar

Fonte: US Navy

Você pode gostar...