UM AEROPORTO POR UM AEROPORTO, É A NOVA POLÍTICA RUSSO-SÍRIA PARA ATAQUES ISRAELENSES

  • Scud-B Hwasong-5

O Exército Árabe Sírio (SAA) responderá a qualquer ataque israelense às suas bases como parte de uma nova política, que foi adotada pela liderança síria após a queda do avião russo Il-20 em setembro passado, informou ontem, o jornal do Kuwait Al Ra‘i citando um alto funcionário sírio.

“Damasco está à espera de qualquer ataque israelense contra alvos militares específicos para retaliar com um ataque semelhante, o que significa que um ataque a um aeroporto na Síria será retaliado com um ataque a um aeroporto em Israel e assim por diante”, disse a autoridade ao Al Ra‘i.

DAMASCO É ACORDADA AO SOM DAS EXPLOSÕES DE MÍSSEIS ISRAELENSES INTERCEPTADOS PELAS DEFESAS SÍRIAS

HALEY: EUA REJEITAM RESOLUÇÃO DA ONU PEDINDO QUE ISRAEL DEVOLVA AS COLINAS DE GOLAN À SÍRIA

AO MESMO TEMPO QUE DISCURSA SOBRE O ATENTADO DE 11 DE SETEMBRO, TRUMP APOIA A AL-QAEDA NA SÍRIA E NO IÊMEM, AFIRMA CONGRESSISTA

RAZÕES PARA ATAQUE SÃO BASEADAS EM MENTIRAS E PROPAGANDA, AFIRMA EX-CONGRESSISTA DA DIREITA AMERICANA

De acordo com o oficial, Moscou deu a Damasco uma luz verde para responder a qualquer ataque israelense que destrua as capacidades militares sírias ou mate conselheiros estrangeiros que apóiam  o SAA. Tel Aviv teria sido advertido sobre essa nova política.



“Qualquer ataque contra alvos sírios ou iranianos terá como alvo as forças russas, o que não permitirá que Israel mate seus soldados e oficiais direta ou indiretamente”, disse o funcionário, descrevendo a advertência russa a Israel.

A fonte negou as alegações de Israel sobre a destruição das capacidades dos mísseis sírios e revelou que a Síria havia recebido mísseis de médio e longo alcance guiados pelo sistema de navegação por satélite russo GLONASS. O SAA usará esses mísseis para responder a qualquer ataque israelense.

Em 29 de novembro, Israel fez sua primeira tentativa de atingir alvos dentro da Síria desde a derrubada da Il-20. No entanto, a Síria disse que todos os mísseis israelenses foram interceptados com sucesso. Até hoje, não há evidências de que qualquer posição tenha sido atingida pelo ataque israelense. O Ministério da Defesa da Síria provavelmente não irá confirmar ou negar o relatório da Al Ra‘i , já que Damasco não revela tais decisões estratégicas em geral.

Fonte: FrontSouth

Facebook Comments


Compartilhe
Close